Aconteceu no SINESP
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Bruno Covas desconsidera toda a história da infância e o processo de debates da Educação da primeira infância como um direito, não apenas um cuidar

A Lei Municipal 17.333/20 autoriza o funcionamento em horário noturno dos Centros de Educação Infantil e das Creches Conveniadas à Rede Municipal de Ensino.

Em 2019, o SINESP participou de todo o debate realizado em defesa da primeira infância e a Educação Pública e manifestou a necessidade de implantação de uma política real de Assistência Social na Cidade de São Paulo.

Já existe outra Lei de 2002 (13328/02) que possibilita ter creches noturnas na Rede. E experiências já realizadas em Cidade Tiradentes e Jardim Colombo/Paraisópolis foram um grande fracasso, com desistência das próprias famílias.

Novamente o SINESP denuncia a falta de uma política séria de assistência social na cidade de São Paulo, ao invés do desmonte da sua estrutura de atendimento que vem ocorrendo, com diminuição inclusive do Orçamento da área. Mais de 97% da Assistência Social está nas mãos de ONGs.

Leia mais a respeito do posicionamento do SINESP sobre Creche Noturna clicando aqui.

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault