Destaque
TIPOGRAFIA

A mobilização contra a reforma da Previdência afetou as expectativas do Governo Federal, que precisou usar antigas estratégias políticas para convencer os parlamentares a aprovarem seu projeto!

Entrou no toma-lá-dá-cá que negara na campanha eleitoral e abriu o cofre para aprovar em primeiro turno um texto que ataca o direito à aposentadoria do trabalhador e coloca dinheiro no cofre dos governos, das empresas e dos bancos!

O MOMENTO EXIGE DE MOBILIZAÇÃO TOTAL!

 

RefPrev Votacao 1A diferença foi enorme: por 379 votos contra 131, a Câmara dos Deputados aprovou o texto base da reforma da previdência. Foi só o primeiro turno, ainda faltam a apreciação de destaques de bancadas e o segundo turno na Câmara, além da tramitação em dois turnos no Senado.

Mas a grande maioria alcançada indica que a abertura de cofres e as mentiras preferidas do governo, veiculadas pela grande imprensa sem análise criteriosa e contraponto, surtiram efeito. Muita gente está acreditando que, sem a reforma, o país quebra, e que ela combate privilégios.

Se não houver uma resistência extraordinária, a reforma será aprovada nas próximas etapas. E os deputados estão com pressa. Já votaram e rejeitaram os destaques apresentados individualmente. Vão analisar apenas os propostos por bancadas e as emendas aglutinativas, o que torna o rito mais rápido. A intenção do governo é ter a reforma aprovada até setembro.

Magistério sem aposentadoria especial

A emenda 176 foi uma das rejeitadas de imediato. Ela excluía o magistério das mudanças da reforma, mantendo as regras atuais para esses profissionais de educação infantil e ensino médio, no setor público ou privado. O destaque recebeu 265 votos, contra 184. Não alcançou os 308 votos mínimos necessários para aprovação.

O texto aprovado aumenta a idade mínima para aposentadoria dos professores de 50 para 57 anos às mulheres e de 55 para 60 aos homens, o que representa o fim da aposentadoria especial.

Participação dos municipais na luta continua

Mesmo com a pressão exercida pelos Governadores, liderados pelo Governador Paulista, Estados e Municípios ficaram fora da Reforma da Previdência nacional.

As regras não valeriam de imediato para eles, portanto (menos para a idade mínima no magistério, que vale para todos). Mas não pode haver ilusão. A separação dos entes serve apenas para tirar os servidores municipais e estaduais da luta e enfraquecê-la. E abre espaço para os governos locais implantarem essas e outras mudanças ainda piores.

E mesmo com Estados e Municípios fora da Reforma, o texto em tramitação tem itens que atingem aos Servidores Públicos Estaduais e Municipais.

Debate volta para a Câmara Municipal

No município de São Paulo, a reforma já foi imposta pelo governo Bruno Covas. A Alíquota já é 14% e a capitalização já está implantada para os novos servidores, o que coloca em risco a sustentabilidade do IPREM.

No final da greve o prefeito garantiu que não faria novas mudanças nesse governo, mas ele acaba ano que vem.

A mobilização precisa continuar de forma permanente, pois a aprovação da reforma federal com a retirada de Estados e Municípios traz o debate de volta para a Prefeitura de São Paulo e para a Câmara Municipal.

Pontos específicos envolvendo os Servidores Municipais precisarão ser debatidos e discutidos e a pressão contra a perda de direitos junto a Municipalidade precisará da participação do conjunto do funcionalismo.

Ou seja, a Reforma atinge diretamente os Servidores Federais e os trabalhadores da iniciativa privada sob regime CLT, mas deixa a porteira aberta para novos ataques aos servidores estaduais e municipais.

Mobilização total

E embora Estados e Municípios estejam fora da Reforma, não está eliminada a necessidade de manter a mobilização para que novas ameaças não venham a ser incluídas na tramitação da PEC no Congresso Nacional.

A resistência tem que ser intensificada. A aprovação em primeiro turno pelos deputados deixou claro que sem um esforço de mobilização a reforma será aprovada. E o Senado pode reincluir estados e municípios no texto

O SINESP continua mobilizado junto com as Centrais, participará das ações convocadas e convocará a categoria a se integrar na mobilização em atos locais e nacionais

Veja AQUI como ajudar a pressionar os parlamentares.

Veja AQUI a tramitação da PEC 06/19 e os textos debatidos e aprovados.

 

SINESP em mobilização permanente contra a reforma da Previdência

Todas as frentes de luta são válidas para barrar a PEC 06/19, e discutir com os parlamentares no Congresso nacional é uma delas.

Por isso o SINESP foi e irá a Brasília fazer corpo a corpo com os Deputados e se reuniu com vários deles em São Paulo. Também continua firme na mobilização da categoria junto com as Centrais Sindicais e o Fórum das Entidades.  A luta continua! PARTICIPE JUNTO COM O SINESP! Saiba mais AQUI.

Participação do SINESP e dos Gestores na Greve Geral e demais ações contra a reforma da Previdência foi forte e demonstrou o repúdio da categoria à reforma e ao roubo de direitos.

SINESP e Gestores na Greve Geral de 14 de junho

SINESP no #30M, na luta contra a reforma da Previdência e em defesa da Educação

Trabalhadores da Educação superam expectativas e fazem ato gigante no dia nacional de luta em defesa da aposentadoria!

CREP do SINESP debate resistência à reforma da Previdência

Em conversa com aposentados, SINESP esclarece conseqüências da reforma da Previdência Nacional!

SINESP e Gestores Educacionais no ato de 1º de Maio

 

Veja como votaram os Deputado Federais por SP no 1º turno

Cidadania

• Alex Manente (SP) - SIM
• Arnaldo Jardim (SP) – SIM

DEM

• Alexandre Leite (SP) - SIM
• David Soares (SP) - SIM
• Eli Corrêa Filho (SP) - SIM
• Geninho Zuliani (SP) - SIM
• Kim Kataguiri (SP) - SIM

MDB

• Baleia Rossi (SP) - SIM
• Herculano Passos (SP) - SIM

NOVO

• Adriana Ventura (SP) - SIM
• Alexis Fonteyne (SP) - SIM

• Vinicius Poit (SP) – SIM

PCdoB

• Orlando Silva (SP) – NÃO

PDT

• Tabata Amaral (SP) – SIM

PL

• Capitão Augusto (SP) – SIM

• Luiz Carlos Motta (SP) – ausente

• Marcio Alvino (SP) - SIM
• Miguel Lombardi (SP) – SIM

• Paulo Freire Costa (SP) - SIM
• Policial Katia Sastre (SP) – SIM

• Tiririca (SP) – NÃO

Podemos

• Pr. Marco Feliciano (SP) - SIM
• Renata Abreu (SP) – SIM

PP

• Fausto Pinato (SP) – SIM

• Guilherme Derrite (SP) - SIM
• Guilherme Mussi (SP) – SIM

• Ricardo Izar (SP) – SIM

PRB

• Celso Russomanno (SP) – SIM

• Marcos Pereira (SP) - SIM
• Maria Rosas (SP) - SIM
• Milton Vieira (SP) – SIM

• Roberto Alves (SP) – SIM

• Vinicius Carvalho (SP) – SIM

PSB

• Jefferson Campos (SP) – SIM

• Luiz Flávio Gomes (SP) – SIM

• Rodrigo Agostinho (SP) – SIM

• Rosana Valle (SP) – SIM

PSC

• Gilberto Nascimento (SP) – SIM

PSD

• Cezinha de Madureira (SP) – SIM

• Marco Bertaiolli (SP) – SIM

PSDB

• Bruna Furlan (SP) - SIM
• Carlos Sampaio (SP) – SIM

• Eduardo Cury (SP) – SIM

• Samuel Moreira (SP) – SIM (foi o relator da proposta)

• Vanderlei Macris (SP) - SIM
• Vitor Lippi (SP) – SIM

PSL

• Abou Anni (SP) – SIM

• Alexandre Frota (SP) – SIM

• Carla Zambelli (SP) – SIM

• Coronel Tadeu (SP) – SIM

• Eduardo Bolsonaro (SP) – SIM

• General Peternelli (SP) - SIM
• Guiga Peixoto (SP) – SIM

• Joice Hasselmann (SP) – SIM

• Júnior Bozzella (SP) – SIM

PSOL

• Ivan Valente (SP) - NÃO
• Luiza Erundina (SP) - NÃO
• Sâmia Bomfim (SP) – NÃO

PT

• Alencar Santana Braga (SP) - NÃO
• Alexandre Padilha (SP) - NÃO
• Arlindo Chinaglia (SP) – NÃO

• Carlos Zarattini (SP) – NÃO

• Nilto Tatto (SP) – NÃO

• Paulo Teixeira (SP) – NÃO

• Rui Falcão (SP) – NÃO

• Vicentinho (SP) – NÃO

PV

• Enrico Misasi (SP) – SIM

Solidariedade

• Paulo Pereira da Silva (SP) – NÃO

 

Veja abaixo a lista completa dos Deputados que votaram pela aprovação da reforma da Previdência de Bolsonaro e Rodrigo Maia:

SUDESTE

SÃO PAULO

Abou Anni (PSL)

Adriana Ventura (NOVO)

Alex Manente   CIDADANIA

Alexandre Frota (PSL)

Alexandre Leite (DEM)

Alexis Fonteyne (NOVO)

Arnaldo Jardim (CIDADANIA)

Baleia Rossi (MDB)

Bruna Furlan (PSDB)

Capitão Augusto (PL)

Carla Zambelli (PSL)

Carlos Sampaio (PSDB)

Celso Russomano (PRB)

Cezinha de Madureira (PSD)

Coronel Tadeu (PSL)

David Soares (DEM)

Eduardo Bolsonaro (PSL)

Eduardo Cury (PSDB)

Eli Corrêa Filho (DEM)

Enrico Misasi (PV)

Fausto Pinato (PP)

General Peternelli (PSL)

Geninho Zualini (DEM)

Gilberto Nascimento (PSC)

Guiga Peixoto (PSL)

Guilherme Derrite (PP)

Guilherme Mussi (PP)

Herculano Passos (MDB)

Jefferson Campos (PSB)

Joice Hasselmann (PSL)

Júnior Bozzella (PSL)

Kim Kataguiri (DEM)

Luiz Flávio Gomes (PSB)

Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL)

Marcio Alvino (PL)

Marco Bertaiolli (PSD)

Marcos Pereira (PRB)

Maria Rosas (PRB)

Miguel Lombardi (PL)

Milton Vieira (PRB)

Paulo Freire Costa (PL)

Policial Katia Sastre (PL)

Pastor Marco Feliciano (Podemos)

Renata Abreu (Podemos)

Ricardo Izar (PP)

Roberto Alves (PRB)

Roberto de Lucena (Podemos)

Rodrigo Agostinho (PSB)

Rosana Valle (PSB)

Samuel Moreira (PSDB)

Tabata Amaral (PDT)

Vanderlei Macris (PSDB)

Vinicus Carvalho (PRB)

Vinicius Poit (NOVO)

Vitor Lippi (PSDB)

RIO DE JANEIRO

Alexandre Serfiotis (PSD)

Altineu Côrtes (PL)

Aureo Ribeiro (Solidariedade)

Carlos Jordy (PSL)

Chiquinho Brazão (Avante)

Chris Tonietto (PSL)

Christino Aureo (PP)

Daniel Silveira (PSL)

Daniela do Waguinho (MDB)

Delegado Antônio Furtado (PSL)

Doutor Luiz Antônio Teixeiro Jr. (PP)

Felício Laterça (PSL)

Flordelis (PSD)

Gelson Azevedo (PL)

Gurgel (PSL)

Gutemberg Reis (MDB)

Helio Lopes (PSL)

Hugo Leal (PSD)

Jorge Braz (PRB)

Juninho do Pneu (DEM)

Lourival Gomes (PSL)

Luiz Antônio Corrêa (SEM PARTIDO)

Luiz Lima (PSL)

Major Fabiana (PSL)

Marcelo Calero (CIDADANIA)

Cárcio Labre (PSL)

Otoni de Paula (PSC)

Paulo Ganime (NOVO)

Pedro Paulo (DEM)

Professor Joziel (PSL)

Rodrigo Maia (PSL)

Rosangela Gomes (PRB)

Soraya Santos (PL)

Sóstenes Cavalcante (DEM)

Vinicius Farah (MDB)

MINAS GERAIS

Aécio Neves (PSDB)

Alê Silva (PSL)

Bilac Pinto (DEM)

Cabo Junior Amaral (PSL)

Charlles Evangelista (PSL)

Delegado Marcelo Freitas (PSL)

Diego Andrade (PSD)

Dimas Fabiano (PP)

Domingos Sávio (PSDB)

Doutor Frederico (Patriota)

Eduardo Barbosa (PSDB)

Emidinho Madeira (PSB)

Eros Biondini (PROS)

Euclydes Pettersen (PSC)

Fábio Ramalho (MDB)

Franco Cartafina (PP)

Fred Costa (Patriota)

Gilberto Abramo (PRB)

Greyce Elias (Avante)

Hercílio Coelho Diniz (MDB)

Igor Timo (Podemos)

Lafayette de Andrada (PRB)

Léo Motta (PSL)

Lincoln Portela (PL)

Lucas Gonzalez (NOVO)

Luis Tibé (Avante)

Marcelo Álvaro Antônio (PSL)

Marcelo Aro (PP)

Mauro Lopes (MDB)

Misael Varella (PSD)

Newton Cardoso Jr (MDB)

Paulo Abi-Ackel (PSDB)

Pinheirinho (PP)

Rodrigo de Castro (PSDB)

Stefano Aguiar (PSD)

Subtenente Gonzava (PDT)

Tiago Mitraud (NOVO)

Zé Silva (Solidariedade)

Zé Vitor (PL)

ESPÍRITO SANTO

Amaro Neto (PRB)

Da Vitória (CIDADANIA)

Doutora Soraya Manato (PSL)

Evair Vieira de Melo (PP)

Felipe Rigoni (PSB)

Lauriete (PL)

Norma Ayub (DEM)

Ted Conti (PSB)

SUL

RIO GRANDE DO SUL

Afonso Hamm (PP)

Alceu Moreira (MDB)

Bibo Nunes (PSL)

Carlos Gomes (PRB)

Daniel Trzeciak (PSDB)

Danrlei de Deus Hinterholz (PSD)

Darcísio Perondi (MDB)

Giovani Feltes (MDB)

Jerônimo Goergen (PP)

Liziane Bayer (PSB)

Lucas Redecker (PSDB)

Marcelo van Hattem (NOVO)

Marcelo Moraes (PTB)

Márcio Biolchi (MDB)

Marlon Santos (PDT)

Maurício Dziedricki (PTB)

Nereu Crispim (PSL)

Onyx Loreonzoni (DEM)

Pedro Westphalen (PP)

Sanderson (PSL)

Santini (PTB)

PARANÁ

Aline Sleutjes (PSL)

Aroldo Martins (PRB)

Boca Aberta (PROS)

Christiane de Souza Yared (PL)

Diego Garcia (Podemos)

Evandro Roman (PSD)

Felipe Francischini (PSL)

Filipe Barros (PSL)

Giacobo (PL)

Hermes Parcianello (MDB)

Leandre (PV)

Luisa Canziani (PTB)

Luiz Nishmori (PL)

Luizão Goulart (PRB)

Paulo Eduardo Martins (PSC)

Pedro Lupion (DEM)

Reinhold Stephanes Junior (PSD)

Ricardo Barros (PP)

Rubens Bueno (CIDADANIA)

Sargento Fahur (PSD)

Schiavinato (PP)

Sergio Souza (MDB)

Toninho Wandscheer (PROS)

Vermelho (PSD)

SANTA CATARINA

Angela Amin (PP)

Carlos Chiodini (MDB)

Carmen Zanotto (CIDADANIA)

Caroline de Toni (PSL)

Celso Maldaner (MDB)

Coronel Armando (PSL)

Daniel Freitas (PSL)

Darci de Matos (PSD)

Fabio Schiochet (PSL)

Geovania de Sá (PSDB)

Gilson Marques (NOVO)

Hélio Costa (PRB)

Ricardo Guidi (PSD)

Rodrigo Coelho (PSB)

Rogério Peninha Mendonça (MDB)

NORDESTE

RIO GRANDE DO NORTE

Benes Leocádio (PRB)

Beto Rosado (PP)

Fábio Faria (PSD)

João Maia (PL)

Walter Alves (MDB)

ALAGOAS

Arthur Lira (PP)

Isnaldo Bulhões Jr. (MDB)

Marx Beltrão (PSD)

Nivaldo Albuquerque (PTB)

Sergio Toledo (PL)

Severino Pessoa (PRB)

SERGIPE

Bosco Costa (PL)

Fábio Mitidieri (PSD)

Fabio Reis (MDB)

Gustinho Ribeiro (Solidariedade)

Laercio Oliveira (PP)

BAHIA

Abílio Santana (PL)

Adolfo Viana (PSDB)

Alex Santana (PDT)

Antonio Brito (PSD)

Arthur Oliveira Maia (DEM)

Cacá Leão (PP)

Charles Fernandes (PSD)

Claudio Cajado (PP)

Elmar Nascimento (DEM)

Igor Kannário (PHS)

João Carlos Bacelar (PL)

João Roma (PRB)

José Nunes (PSD)

José Rocha (PL)

Leur Lomanto Júnior (DEM)

Márcio Marinho (PRB)

Otto Alencar Filho (PSD)

Pastor Sargento Isidório (Avante)

Paulo Azi (DEM)

Paulo Magalhães (PSD)

Professora Dayane Pimentel (PSL)

Raimundo Costa (PL)

Ronaldo Carletto (PP)

Tito (Avante)

Uldurico Junior (PROS)

CEARÁ

AJ Albuquerque (PP)

Aníbal Gomes (DEM)

Domingos Neto (PSD)

Doutor Jaziel (PL)

Genecias Noronha (Solidariedade)

Heitor Freire (PSL)

Júnior Mano (PL)

Moses Rodrigues (MDB)

Pedro Augusto Bezerra (PTB)

Roberto Pessoa (PSDB)

Vaidon Oliveira (PROS)

MARANHÃO

Aluisio Mendes (Podemos)

André Fufuca (PP)

Cleber Verde (PRB)

Edilázio Júnior (PSD)

Gastão Vieira (PROS)

Gil Cutrim (PDT)

Hildo Rocha (MDB)

João Marcelo Souza (MDB)

Josimar Maranhãozinho (PL)

Junior Lourenço (PL)

Juscelino Filho (DEM)

Marreca Filho (Patriota)

Pastor Gildenemyr (PL)

Pedro Lucas Fernandes (PTB)

PIAUÍ

Átila Lira (PSB)

Flávio Nogueira (PDT)

Iracema Portella (PP)

Júlio Cesar (PSD)

Marcos Aurélio Sampaio (MDB)

Margarete Coelho (PP)

Marina Santos (Solidariedade)

Paes Landim (PTB)

PARAÍBA

Aguinaldo Ribeiro (PP)

Edna Henrique (PSDB)

Efraim Filho (DEM)

Julian Lemos (PSL)

Pedro Cunha Lima (PSDB)

Ruy Carneiro (PSDB)

Wellington Roberto (PL)

Wilson Santiago (PTB)

PERNAMBUCO

André de Paula (PSD)

André Ferreira (PSC)

Augusto Coutinho (Solidariedade)

Daniel Coelho (CIDADANIA)

Felipe Carreras (PSB)

Fernando Coelho Filho (DEM)

Fernando Rodolfo (PL)

Luciano Bivar (PSL)

Ossesio Silva (PRB)

Pastor Eurico (Patriota)

Raul Henry (MDB)

Ricardo Teobaldo (Podemos)

Sebastião Oliveira (PL)

Sílvio Costa Filho (PRB)

NORTE

PARÁ

Celso Sabino (PSDB)

Cristiano Vale (PL)

Delegado Éder Mauro (PSD)

Eduardo Costa (PTB)

Elcione Barbalho (MDB)

Hélio Leite (DEM)

Joaquim Passarinho (PSD)

José Priante (MDB)

Júnior Ferrari (PSD)

Nilson Pinto (PSDB)

Olival Marques (DEM)

Paulo Bengston (PTB)

Vavá Martins (PRB)

AMAZONAS

Átila Lins (PP)

Bosco Saraiva (Solidariedade)

Capitão Aberto Neto (PRB)

Delegado Pablo (PSL)

Marcelo Ramos (PL)

Marcelo Ramos (PL)

Sidney Leite (PSD)

Silas Câmara (PRB)

AMAPÁ

Acácio Favacho (PROS)

André Abdon (PP)

Leda Sadala (Avante)

Luiz Carlos (PSDB)

Vinicius Gurgel (PL)

RORAIMA

Edio Lopes (PL)

Haroldo Cathedral (PSD)

Hiran Gonçalves (PP)

Jhonatan de Jesus (PRB)

Nicoletti (PSL)

Otaci Nascimento (Solidariedade)

Shéridan (PSDB)

RONDÔNIA

Coronel Chrisóstomo (PSL)

Jaqueline Cassol (PP)

Léo Moraes (Podemos)

Lucio Mosquini (MDB)

Mariana Carvalho (PSDB)

Silvia Cristina (PDT)

ACRE

Alan Rick (DEM)

Doutora Vanda Milani (Solidariedade)

Flaviao Melo (MDB)

Jessica Sales (MDB)

Jesus Sérgio (PDT)

Manuel Marcos (PRB)

Mara Rocha (PSDB)

TOCANTINS

Carlos Henrique Gaguim (DEM)

Dulce Miranda (MDB)

Eli Borges (Solidariedade)

Osires Damaso (PSC)

Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM)

Tiago Dimas (Solidariedade)

Vicentinho Júnior (PL)

CENTRO-OESTE

GOIÁS

Adriano do Baldy (PP)

Alcides Rodrigues (Patriota)

Célio Silveira (PSDB)

Delegado Waldir (PSL)

Delegado Waldir (PSL)

Doutor Zacharias Calil (DEM)

Francisco Jr. (PSD)

Glaustin Fokus (PSC)

João Campos (PRB)

José Mario Schreiner (DEM)

José Nelto (Podemos)

Lucas Vergilio (Solidariedade)

Magda Mofatto (PL)

Major Vitor Hugo (PSL)

Professor Alcides (PP)

MATO GROSSO

Carlos Bezarra (MDB)

Doutor Leonardo (Solidariedade)

Emanuel Pinheiro Neto (PTB)

José Medeiros (Podemos)

Juarez Costa (MDB)

Nelson Barbudo (PSL)

Neri Geller (PP)

MATO GROSSO DO SUL

Beto Pereira (PSDB)

Doutor Luiz Ovando (PSL)

Fábio Trad (PSD)

Loester Trutis (PSL)

Rose Modesto (PSDB)

Tereza Cristina (DEM)

DISTRITO FEDERAL

Bia Kicis (PSL)

Celina Leão (PP)

Flávia Arruda (PL)

Julio Cesar Ribeiro (PRB)

Luis Miranda (DEM)

Paula Belmonte (CIDADANIA)

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar