0
0
0
s2sdefault

Programação será on-line e gratuita e terá enfoque na afetividade, diversidade e inclusão.

A Semana Municipal de Incentivo e Orientação ao Estudo e à Leitura, instituída pela Lei 14.999/09, de autoria do vereador Eliseu Gabriel, faz parte do Calendário Oficial da Cidade de São Paulo. Em sua 10ª Edição, acontece entre os dias 12 e 16 de abril, em parceria com as secretarias municipais de Educação e de Cultura e com o apoio de importantes entidades do setor, inclusive o SINESP.

O objetivo da Semana Municipal de Incentivo e Orientação ao Estudo e à Leitura é despertar, desenvolver e estimular a prática do estudo e da leitura em crianças e jovens por meio de uma série de ações em diferentes pontos da cidade.

Essas atividades descentralizadas envolvem contação de histórias, ônibus-biblioteca para visitação, estante de livros, saraus, apresentações teatrais e musicais, doação de livros, roda de leitura, palestras e debates, feira de troca de livros e gibis, exposições e diversas outras iniciativas em equipamentos públicos e privados.

Neste ano, em virtude da pandemia, o evento será realizado de forma online, transmitido pelas redes sociais da Semana.

O evento, que faz parte do Calendário Oficial da Cidade de São Paulo, é realizado por parceria entre as secretarias municipais de Educação, Cultura e Pessoa com Deficiência e o mandato do vereador, com o apoio de importantes entidades do setor: SINESP, Aprofem, CBL, CPP, Sesc, entre outras.

O objetivo da Semana é despertar, desenvolver e estimular a prática do estudo e da leitura em crianças, jovens e adultos por meio de diversas atividades, como contação de histórias, saraus, apresentações teatrais e musicais, roda de leitura, palestras, entrevistas, bate-papo com escritores e diversas outras iniciativas. Dentre os destaques estão os autores Pedro Bandeira e Ilan Brenman; o influenciador de Educação, Lucas Felpi (nota mil na redação do Enem); Sueli Gonçalves, a Suelizinha criadora da AEL.

Nesta décima edição, os temas centrais desenvolvidos são a afetividade, diversidade e inclusão. Dentre as mais de 70 atividades, vale destacar dois bate-papos: o do escritor Arthur Barros, reconhecido pelo RankBrasil como o mais jovem autor autista do país, e o da professora Luciana Ruiz, que abordará a leitura em braile e seus desafios; e a palestra sobre preconceito linguístico com o escritor e tradutor Thiago Mattos. Já o Coletivo São Paulo de Literatura fará uma live sobre histórias de superação por meio da leitura.

Com o intuito de tornar a Semana o mais acessível possível, algumas atividades contarão com interpretação em libras.

Também estão inseridas nas atividades a apresentação do filme “A casa das histórias”, a peça teatral “Totó, o tocador de tambor”, o musical “Elas que amam elas”; diversas contações literárias, como “Malala, uma menina muito corajosa“, “A História de Pinóquio”, “Ceci, um sonho de barata”, “Urashiro Taro, o pescador”. E tem muito, muito mais ainda.

“Incentivar a leitura é um ato de amor, é a base para a construção de uma sociedade mais justa e humana. Integrar a comunidade nessa ação é essencial para expandir o hábito de ler e estudar e, assim, formar cidadãos mais preparados para enfrentar os desafios que o futuro nos reserva”, acrescenta o professor Eliseu.

A programação completa da Semana de Leitura pode ser acessada no Portal www.estudoeleitura.com.br e nas redes sociais da Semana:

instagram.com/estudo_leitura

facebook.com/estudoeleitura

youtube.com/estudoeleitura

>>> Clique aqui para ver a programação completa da Semana Municipal de Incentivo e Orientação ao Estudo e à Leitura 

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault