SINESP participa de audiência do orçamento 2019 para a Educação Municipal

Aconteceu no SINESP
TIPOGRAFIA


audiencia-educacao-orcamento.jpgO SINESP, sempre atuante na defesa dos direitos dos Gestores Educacionais, participou de mais uma audiência pública na Câmara Municipal de SP. Desta vez, o tema foi o orçamento para a Educação 2019. Representando o SINESP, as dirigentes sindicais Ana Dunkel, Norma Lúcia Andrade e Rosana Caputti participaram do evento nesta sexta-feira, 23 de novembro.

A diretora Norma criticou o posicionamento da Administração Municipal em desconsiderar a importância do servidor público para a boa prestação do serviço oferecido à população. “O Governo vem tratando os servidores como peso no orçamento e não como investimento na qualidade, colocando muitas vezes a população contra os trabalhadores públicos, falando uma inverdade que não há verba para custeio e manutenção por culpa nossa – funcionários públicos. Há 16 anos existe um indicador perverso de aumento a todos os funcionários públicos de 0,01%. Esse ano está desrespeitando a constituição federal que até agora não deu o reajuste anual, e a legislação municipal que não reajustou os pisos do magistério”.

A diretora Ana Dunkel denunciou o contingenciamento da chamada de aprovados nos concursos à aprovação do PL621/2016, projeto criticado pelo SINESP e todo o funcionalismo público municipal. Sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal, Ana afirma que “atualmente a prefeitura gasta cerca de 38% abaixo da lei orgânica, e bem abaixo da LRF. Ou seja, está clara a intenção do esvaziamento do serviço público, com o objetivo da precarização”, afirma.

Ana também cobrou a distribuição imediata dos 96 novos cargos de supervisor escolar nas DRE`s para desafogar o trabalho intenso destes gestores educacionais que atuam também avaliando a qualidade do ensino oferecido na rede parceira.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar