Retrato da Rede 2019
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Nos últimos anos, a Gestão de Pessoas nas Unidades Educacionais está caótica devido à histórica falta de docentes, agora aliada à falta da equipe de apoio (Agentes Escolares e ATE).

Para 77,10% dos Gestores Educacionais, o módulo de profissionais de seu local de trabalho (Unidades Educacionais e DRE) está incompleto.

Retrato 19 Gestao 1a

Os números apontam também para a necessidade de revisão dos módulos atuais: 84% dos Gestores Educacionais afirmaram que necessitaram de professores além do módulo disponível nos últimos doze meses.

Esse déficit produz impacto no dia a dia de um número expressivo de profissionais, acarretando sobrecarga de trabalho, desvios de função e comprometimento no descanso após jornada de trabalho.

A falta de docentes permanece como problema crônico nas Unidades Educacionais. Os módulos são insuficientes para 85,28% dos entrevistados.

O Indicador de Saúde traz também dados sobre o enorme desgaste físico e emocional sofrido pelos profissionais de educação no ambiente de trabalho, apontado no Retrato da Rede.

A sobrecarga crescente leva ao aumento do afastamento de servidores, o que compromete e sobrecarrega ainda mais todo o quadro profissional.

A revisão do módulo de servidores (Gestores Educacionais, Quadro de Apoio, Docentes) precisa ser feita com urgência. O SINESP luta por isso junto à Secretaria Municipal de Educação, que deveria considerar também as especificidades de cada modalidade da Educação Básica, bem como as características dos prédios existentes.

Dificuldade para preenchimento de cargos

70,96% dos entrevistados afirmaram ter dificuldades para preencher os cargos e funções em seu local de trabalho, aumento significativo em relação ao ano anterior, mesmo com o governo dizendo que fez uma “grande” contratação de servidores para a Educação.

Retrato 19 Gestao 1b

Algumas regiões têm, historicamente, dificuldades no preenchimento dos cargos, o que aumenta a carga de serviço do Gestor Educacional, que precisa buscar outras formas de atender os alunos, mesmo com a falta de docentes e outros profissionais nas Unidades Educacionais.

Serviços Tercerizados

Os Gestores Educacionais afirmam que há aumento no serviço terceirizado de vigilância, o que não refletiu em queda na percepção de violência ns locais de trabalho. 99% dos Gestores Educacionais que participaram do Retrato da Rede responderam que há serviços de limpeza e merenda terceirizados nas Unidades de Trabalho.

Estes serviços geram desgastes aos Gestores Educacionais junto às empresas e às DREs, devido a inadequação dos contratos frente às necessidades das Unidades Educacionais.

Os serviços terceirizados crescem numa progressão de 2% a 3% ao ano nas unidade de trabalho.

Retrato 19 Gestao 2

Comentários   

# MARCELO COSTA SENA 25-07-2019 08:26
Acredito que a matéria poderia ampliar a discussão acerca da imensa falta de servidores.. O que na gestão pública causa esse aumento?? Matéria recente publicada no Agora trata das licenças médicas!!

Resposta: Marcelo o Indicador Saúde do Retrato traz estes apontamentos quanto às licenças.
Responder | Responder com citação | Citar

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

0
0
0
s2sdefault