Aconteceu no SINESP
0
0
0
s2sdefault

O governador João Doria endurece as medidas de isolamento em anúncio nesta quarta, dia 24 de fevereiro, por conta do rápido aumento de internações por Covid, que tem impacto nas lotações das UTIs que, em breve, não vão poder mais receber pacientes.

Mesmo assim, cedendo a pressões do empresariado, ainda acham que podem continuar com as escolas abertas, em detrimento da vida e da saúde da comunidade escolar e dos profissionais da Educação. Não bastasse isso, as escolas municipais seguem sem estrutura e quadro, em sua grande maioria, para cumprir os protocolos mais básicos de saúde.

Sem vacina não dá! A greve continua! Pela vida e pela saúde de toda a comunidade escolar!

>>> LEIA E BAIXE O BOLETIM NÚMERO 2 AQUI

>>> Confira abaixo o vídeo conjunto das entidades que resume os motivos que levam à GREVE

>>> Veja também o vídeo conjunto das entidades destinado à COMUNIDADE explicando os motivos que levam à GREVE

 

>>> Leia abaixo o segundo boletim da GREVE realizado pelas entidades em conjunto:

Comando Central de Greve

Boletim da Greve N° 2

22.02.21

A GREVE CONTINUA!

As entidades representativas dos/as Profissionais de Educação Pública Municipal, reunidas na tarde de hoje, realizaram uma avaliação positiva do movimento de Greve, iniciado em 10.02 21. Após debater a complexidade do momento, as entidades sindicais reiteraram a importância do crescimento na mobilização e adesão para forçar a Administração a iniciar as negociações sobre a pauta de reivindicações, construída coletivamente, e deliberam pela continuidade da Greve, a partir das seguintes análises:

1- A Rede Municipal de Ensino não está preparada para o retorno das atividades presenciais, conforme assume a própria Secretaria Municipal de Educação, ao propor o escalonamento para início do atendimento à população;

2- O número de profissionais de limpeza reduzido nas escolas aponta para protocolos sanitários impraticáveis e não permite o seu cumprimento;

3- Cidades da região metropolitana e do Estado passam a suspender as atividades presenciais, e em alguns casos, adotam o lockdown como medida para minimizar os meios de transmissão e contaminação pelo vírus;

4- O Governo do Estado, apesar de tentar transparecer uma falsa estabilidade, acaba por reafirmar o fato de que estamos próximos de um colapso do sistema de saúde no enfrentamento da pandemia, a ponto de fazer o anúncio de novas medidas de restrições na próxima quarta-feira.

Dentre outras variantes que nos levam a reafirmar a importância do diálogo com os profissionais e famílias deste movimento, que tem como principal objetivo a preservação de vidas, vimo-nos diante de um triste cenário local e nacional que nos impõe a necessidade de:

1-ampliar e intensificar a abertura de negociações junto ao Secretário Municipal de Educação para que receba os Sindicatos;

2-realizar, de forma imediata um levantamento de mídias para dialogar com todos os envolvidos e divulgar o Movimento de Greve;

3-finalizar a construção do site do Comando Central de Greve, a partir das demandas apresentadas pelos profissionais de Educação, bem como oficializar a coleta de informações necessárias para contrapontos com a narrativa do governo;

4 - manter a atividade conjunta de diálogo por meio da utilização de carros de som nas regiões do entorno dos equipamentos educacionais

5 –intensificar a divulgação com cartazes para aproximar profissionais e familiares da construção da greve

6 - entender a realização de atividades de iniciativas dos Profissionais de Educação, porém ressaltar a importância das atividades chamadas pelo Comando Central de Greve, portanto, pelas entidades sindicais e assim ratificar a legitimidade da defesa dos profissionais em greve, a partir da ação das entidades legalmente constituídas para este fim.

Por fim, salientamos que todos os problemas advindos da reabertura das escolas sejam imediatamente reportados às suas entidades de classe para as devidas providências.

É GRAVE! ENTAO, É GREVE!


LEIA MAIS:

>>> Sindicatos unidos fazem boletim de greve conjunto para informar e mobilizar a categoria

>>> Vírus circulando É GRAVE! Então, é GREVE! Baixe material para apoio nas ações da greve

Adicionar comentário


0
0
0
s2sdefault