PORTARIA Nº 6.003, DE 25/08/2016 - PORTARIA Nº 6.003, DE 25 DE AGOSTO DE 2016

Portarias

PORTARIA Nº 6.003, DE 25 DE AGOSTO DE 2016.

Dispõe sobre os procedimentos no âmbito da Secretaria Municipal de Educação para orientação a proteção de dados pessoais e análise das solicitações de informações pessoais e restritas exclusivamente para fins de pesquisa de comprovado interesse público 

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, no uso de suas atribuições que lhe foram atribuídas por lei, e

CONSIDERANDO:

– o direito constitucional à privacidade e a obrigação de proteger dados e informações de caráter pessoal que estejam sob a guarda da Secretaria Municipal de Educação no exercício de suas atribuições,

– a necessidade de viabilizar a produção de conhecimento e a realização de pesquisa científica de evidente interesse público ou geral, de acordo com o disposto na Lei de Acesso à Informação (Lei Federal nº 12.527/2011, Art. 31, § 3o, II),

RESOLVE:

Art. 1º – Atribuir à Coordenadoria de Controle Interno – COCIN no âmbito da SME a competência para analisar os procedimentos para o acesso a informações pessoais e restritas para fins de pesquisa de comprovado interesse público.

Parágrafo único – São consideradas informações pessoais no âmbito desta Portaria aquelas relacionadas à pessoa natural identificada ou identificável, que possam revelar intimidade, vida privada, honra e imagem das pessoas, e que não estejam diretamente relacionadas a exercício profissional do agente público.

Art. 2º – São atribuições da COCIN:

I – avaliar a pertinência e relevância da solicitação de informações recebida e consultar os setores envolvidos;

II – verificar a conformidade dos documentos apresentados e requisitar informações adicionais, caso necessário;

III – requisitar parecer técnico a áreas responsáveis pelos sistemas e bases de dados;

IV – proferir parecer conclusivo sobre a solicitação apresentada;

V – produzir orientações gerais sobre a proteção de dados pessoais e regras de acesso internas e externas à Secretaria.

Art. 3º – O recebimento e avaliação de solicitações de acesso a dados e informações de caráter pessoal para fins de pesquisa deverá observar os seguintes procedimentos:

I – Envio de solicitação pelo requerente (Anexo I) ao email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., contendo identificação do pesquisador e da instituição de pesquisa, resumo do projeto de pesquisa, detalhamento das informações solicitadas e justificativa da imprescindibilidade das informações de caráter pessoal para a realização da referida pesquisa.

II – Análise e emissão de parecer conclusivo pela COCIN, no prazo de até 10 (dez) dias.

III – Em caso de aprovação, o requerente deverá assinar Termo de Responsabilidade e Confidencialidade (Anexo II), em que se compromete a manter sob sigilo as informações concedidas e utilizá-las somente para os fins da pesquisa informada, sendo vedada a identificação da pessoa a que as informações se referirem.

IV – Os dados e informações serão extraídos e tratados pela área afeita em até 20 (vinte) dias da emissão do parecer favorável com possibilidade prorrogação por mais 10 (dez) dias.

V – O solicitante deverá retirar pessoalmente as informações solicitadas, de acordo com as instruções fornecidas pela COCIN.

§ 1º – Para o envio da solicitação prevista no inciso I deste artigo, será necessário que o solicitante esteja formalmente vinculado a instituição acadêmica e/ou de pesquisa e apresente comprovante do vínculo no momento da solicitação.

§ 2º – O solicitante deve anexar, caso existam, outros documentos que possam fundamentar a requisição, tais como parecer favorável de Comissão de Ética da Instituição de Pesquisa ao qual a pesquisa tenha sido submetida e/ou Termo de Uso de Dados e Informações específico da instituição ao qual o pesquisador esteja vinculado.

§ 3º – Em caso de impossibilidade de retirar as informações pessoalmente, na conformidade do disposto no inciso V deste artigo, o solicitante poderá recebê-las via online, de acordo com indicações de criptografia, a fim de garantir a segurança dos dados concedidos.

Art. 5º – Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

 

Anexo I e II Portaria 6.003

DOC de 26/08/2016 pag. 14