Ato forte mostra ampliação do movimento, essencial para garantir negociação e vitória!

Destaque
TIPOGRAFIA

●Assembleia do SINESP no dia 19/02 aprovou a continuidade da GREVE e atuação em atos regionalizados na quinta e na sexta-feira.

MANIFESTAÇÃO e PARALISAÇÃO no dia 22/02 (sexta) às 15h00, na prefeitura, Viaduto do Chá, 15.

ASSEMBLEIA do SINESP no dia 22/02, após a manifestação (19h00) no CFCL-SINESP!

Ato das Centrais contra a REFORMA da Previdência de Bolsonaro, amanhã, 10h00, na Praça da Sé!

Veja AQUI as ações do SINESP, seus CREPs, RELTs e filiados nas DREs e UEs, pela ampliação da greve!

AQUI os atos regionais para contato e esclarecimento pelo apoio da comunidade.

Ato 19 2 19 Site 20 

Nossa luta continua, é forte e está crescendo!

Ato 19 2 19 Site 1A chantagem do prefeito, de pedir a suspensão da paralisação como condição para a realização de uma audiência, foi repudiada pela categoria na assembleia de 13/02.

A Secretária Municipal de Gestão, Malde Vilas Boas, recebeu a negativa, mas reafirmou a mesma chantagem. A resposta da categoria a essa mostra de intransigência do governo foi repudiar novamente a chantagem de Bruno Covas e confirmar que a greve acaba só com a revogação da lei 17.020/18.

A manifestação de 19 de fevereiro mostrou que a mobilização segue crescendo, com ampliação da greve e fortalecimento da luta e cada vez mais radicalizada. Esse é o caminho para derrotar a pressão e o assédio moral, obrigar o governo a negociar e conquistar as reivindicações da categoria.

Todos na luta! O momento da greve crescer é agora!

Nossa luta é por:

Revogação da Lei 17.020/18 – A re(de)forma da Previdência de Bruno Covas e seus apoiadores na Câmara Municipal!

Não ao arrocho e ao confisco salariais!

Em defesa dos direitos dos trabalhadores!

Valorização dos Gestores Educacionais, dos Servidores e do Serviço Público!

Aumento geral de 10% para o funcionalismo!

Na luta com as Centrais no dia 20/02, contra a reforma da Previdência de Bolsonaro

Nesse dia as Centrais Sindicais unidas (CTB, CSB, CUT, Força Sindical, Nova Central, Intersindical, CSP-Conlutas, CGTB) convocaram ato na Praça da Sé, às 10h00, contra a reforma da Previdência gestada pelo governo federal.

É o mesmo Dia em que o Presidente Jair Bolsonaro levará a sua proposta de reforma pessoalmente ao Congresso Nacional, conforme ele próprio afirmou.

Amanhã, portanto, a configuração da reforma desse governo será pública. Mas todos já sabem, pelo que foi divulgado até aqui, que será maléfica para os tabalhadores.

minuta da proposta de reforma vazada pela mídia nos últimos dias apresenta um futuro terrível para a classe trabalhadora. A ampliação do tempo de contribuição se soma à diminuição dos valores a serem recebidos e do teto da aposentadoria. O Ministro Paulo Guedes também defende abertamente o sistema de capitalização, que está sendo abandonado por países que o adotaram, como Chile e México, devido aos trágicos resultados que gerou, levando milhões de idosos à miséria.

O SINESP e demais Sindicatos e Associações do Fórum das Entidades concordam que um ato grande e vitorioso fortalece a greve dos Servidores Municipais. E que, por isso, a participação da categoria no ato do dia 20 é de suma importância. Todos lá!

Assista ao vídeo com imagens e depoimentos do ato de 19/02: 

 Ato 19 2 19 Site 3

Ato 19 2 19 Site 5

Ato 19 2 19 Site 6

Ato 19 2 19 Site 10

Ato 19 2 19 Site 14 

Ato 19 2 19 Site 15 

Ato 19 2 19 Site 17 

Ato 19 2 19 Site 18

Ato 19 2 19 Site 22

Ato 19 2 19 Site 23

Ato 19 2 19 Site 25

Ato 19 2 19 Site 27

Ato 19 2 19 Site 29 

Ato 19 2 19 Site 30

Ato 19 2 19 Site 33

Ato 19 2 19 Site 34

Ato 19 2 19 Site 20

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar