Servidores iniciam greve pela revogação da Lei 17.020/18, reajuste salarial e valorização da categoria e do Serviço Público

Destaque
TIPOGRAFIA

Ato Greve 4 2 19 Site 1No primeiro dia dessa luta, 04/02, manifestação unificada em frente à prefeitura tem participação expressiva dos Servidores Municipais.

Assembleia da categoria após a manifestação aprovou continuidade da GREVE!

Todos na MANIFESTAÇÃO no dia 07/02, às 14h00, em frente ao gabinete do prefeito, no Viaduto do Chá, 15.

Nova ASSEMBLEIA no dia 07/02, após a manifestação (18h00) no CFCL-SINESP, para definir os encaminhamentos da luta!

 Veja AQUI carta aberta do Fórum das Entidades à população.

Ato Greve 4 2 19 Site 4Nossa luta é por:

Revogação da Lei 17.020/18 – A re(de)forma da Previdência de Bruno Covas e seus apoiadores na Câmara Municipal!

Não ao arrocho e ao confisco salariais!

Em defesa dos direitos dos trabalhadores!

Valorização dos Gestores Educacionais, dos Servidores e do Serviço Público!

Índice de reajuste baseado na inflação acumulada em 2017 e 2018!

Assembleia 4 2 19 

Na Assembleia do SINESP no dia 04/02, além da aprovação da continuidade da Greve e de mobilização nas regiões, houve debate sobre as pressões do Governo Bruno Covas e os presentes foram subsidiados com informações sobre forma de agir.

Também receberam informações sobre a Lei Federal 7783/89, que regula o Direito de Greve e define que não podem haver pressões do Governo para impedir a adesão à Greve.

A Lei também proíbe contratações de servidores para ocupar o lugar dos grevistas. Mais uma vez se desmonta, com o uso da legislação, as bravatas feitas pelo Prefeito Bruno Covas na mídia.

O SINESP orienta que atitudes antissindicais vinda do governo sejam reportadas a Assessoria Jurídica do Sindicato.

Também foi informado na assembleia que o vereador Celso Giannazi, recém empossado, protocolou o Projeto de Lei 34/19, pela Revogação imediata da Lei 17.020/18, que implementou a reforma da Previdência municipal e o Sampaprev. Confira aqui o Projeto de lei na íntegra.

O SINESP E OS GESTORES EDUCACIONAIS ESTÃO EM:

ASSEMBLEIA PERMANENTE

A qualquer momento podem ser convocadas assembleias para avaliação e organização da luta pela revogação da Lei 17.020/18.

Ato Greve 4 2 19 Site 6SINESP convoca a participação da categoria!

Ação nas DREs e UEs: Nos dias 29 e 30 de janeiro toda a Diretoria do SINESP esteve em ações simultâneas de mobilização da categoria durante as Reuniões de Organização nas 13 Diretorias Regionais de Educação. A ação foi divulgada no site do SINESP (veja aqui) e também pela Agência Sindical,que entrevistou o Presidente do SINESP, Luiz Carlos Ghilardi (clique e veja a matéria).

Nos dias 01 e 04 de fevereiro, Dirigentes do SINESP participaram de ações com as Equipes e com a comunidade no CEU CEI JAÇANÃ, no CEI Vereador Francisco Marcondes de Oliveira e na EMEI Professora Laura Funfas Le Sueur Ato Greve 4 2 19 Site 7Marcondes de Oliveira, na DRE Jaçanã/Tremembé.

Em todas as Unidades Educacionais foi abordada a luta para a Revogação da Re(des)forma da Previdência Municipal implementada pelo Governo Bruno Covas, a necessidade de lutarmos para uma valorização do funcionalismo Municipal.

Ganhar o apoio da categoria é decisivo para garantir a greve. Para tanto é preciso buscar e criar oportunidades para explicar a todos a importância dessa luta de resistência, que vai muito além da reforma da Previdência municipal.

Ato Greve 4 2 19 Site 8VAMOS DIVULGAR AS AÇÕES AQUI NO SITE DO SINESP. Vamos mostrar exemplos e incentivar os demais. Envie relatos e fotos de atividades para publicação e envio a todos os colegas pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo whatsapp 3116-8400.

A luta é de todos!!!

Além de organizar a greve nas unidades, é fundamental a realização de ações locais e regionais a partir das escolas, envolvendo associações de bairro e Conselhos de Escola, por exemplo, também é fundamental.

O SINESP incentiva os filiados a buscarem formas de contato com a população para deixar clara a confluência dos ataques aos direitos dos trabalhadores vindos das Ato Greve 4 2 19 Site 9diversas instâncias governamentais, legislativas e judiciárias e a necessidade da união para se defender e resistir, e com isso obter apoio.

 

REVOGAÇÃO DA LEI MUNICIPAL 17.020/18 JÁ!!!

Bruno Covas e seus aliados desfiguraram a Previdência Ato Greve 4 2 19 Site 10Municipal sem dialogar com os Servidores e a População. Impuseram um enorme retrocesso, arrocharam e confiscaram os salários da categoria.

•A Lei 17020/18 ampliou a contribuição previdenciária dos Servidores ativos e aposentados e das pensionistas de 11% para 14% (lembramos que a contribuição ao INSS é de 8 a 10% e aposentados não pagam);

•Limitou a aposentadoria dos futuros Servidores ao teto do INSS (R$ 5.839,45);

•A reforma desmonta a carreira pública e desmotiva a entrada de novos Servidores;

•Favoreceu o sistema financeiro;

•Criou uma Previdência complementar (SAMPAPREV) para os futuros servidores complementarem suas aposentadorias Ato Greve 4 2 19 Site 11- com contribuição definida e valor a receber incerto!

•Não definiu quem administrará o SAMPAPREV - Deixou para a prefeitura decidir, abrindo espaço para a corrupção, a exemplo do que ocorre com fundos de pensão como Postalis (Correios), Petros (Petrobrás), entre outros.

 

A Re(de)forma da Previdência nacional exige todos na resistência!

Ato Greve 4 2 19 Site 4Governo Federal fala abertamente em retirada de direitos dos trabalhadores!

A proposta tem sido exposta pelo Ministro Paulo Guedes e outros. Passa todo o custo da aposentadoria aos trabalhadores(as), alivia para os empresários, dá a gestão da previdência para os bancos extraírem lucros com a capitalização e penaliza os trabalhadores que adoecem no trabalho.

Não vamos ficar calados!

A luta é de todos!

Em todas as reformas federais houve luta. Novamente ela se impõe e o SINESP chama toda a categoria a participar. Acompanhe a divulgação das ações nos meios de comunicação do Sindicato!

Ato Greve 4 2 19 Site 2

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar