AGENDA CULTURAL

 

Vista o casaco e se aventure pela cidade sem passar frio com o roteiro do Guia.

sopinhaManta e cobertor

Adega Santiago
Com ambiente rústico, o bar e restaurante tem receitas tradicionais da península Ibérica. Nos dias mais frios, dá para se esquentar com um bom vinho —há cerca de 120 rótulos— e uma manta quentinha.
R. Sampaio Vidal, 1.072, Jardim Paulistano, região oeste, tel. 3081-5211. 
60 lugares. Seg.: 12h às 15h e 19h às 23h. Ter. a qui.: 12h às 15h e 19h às 24h. Sex. e sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 22h.

Bra.do Restaurante

Numa casinha avarandada dos anos 1950, o restaurante tem raiz espanhola. Com menu sazonal assinado pelo chef Pedro Vita, o espaço serve pratos como o penne puxado em manteiga aromatizada de hortelã, com toque de limão e mozarela de búfala (R$ 39). Para os clientes que não querem deixar de aproveitar sua charmosa área externa, o espaço oferece mantas.
R. Joaquim Antunes, 381, Pinheiros, tel. 3061-9293. Seg. a qua.: 12h às 15h e 19h30 às 23h. Qui. e sex.: 12h às 15h e 19h30 às 24h. Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 17h.

Canaille Bar
A casa de sotaque francês serve pratos a preços justos, a exemplo do Entrecôte e Aligot (R$ 45), filé de costela de boi com purê de batatas incrementado com queijos gruyère e meia cura. No inverno, os clientes podem se abrigar na parte interna do restaurante e se esquentar com aquecedores elétricos e com os cerca de 50 rótulos de vinhos disponíveis. Quem quiser se aventurar na parte externa, que também tem aquecimento elétrico, pode pedir um cobertor. Mas seja rápido: as mantas são muito disputadas quando o lugar está cheio.
R. Cristiano Viana, 390, Cerqueira César, tel. 3898-3102. 72 lugares. Ter. a sex.: 12h às 15h e 18h à 0h30. Sáb.: 12h às 17h e 19h às 24h. Dom.: 12h30 às 17h.

Soggiorno Pizzaria Bar
O bar serve pizzas individuais em sabores como a Pescara, que leva salmão defumado, cream cheese, alho poró e molho tarê (R$ 44). Na parte externa, arborizada e bem-iluminada, há cobertores.
R. Cerro Corá, 1.841, Vila Romana{oeste}, tel. 3022-8783. 100 lugares. Ter. a qui. e dom.: 18h às 23h30. Sex. e sáb.: 18h às 24h.

Lareira e aquecedor

Bráz Quintal
Num charmoso casarão, a pizzaria tem aquecedores elétricos para espantar o frio de quem não quer ligar para o disque-pizza. Quem prefere se esquentar como nos velhos tempos deve ir à casa entre quinta e domingo, quando o espaço da lareira é aberto ao público.
R. Gandavo, 447, Vila Clementino, tel. 5082-3800. Seg. a qui. e dom.: 18h30 às 24h. Sex. e sáb.: 18h30 à 1h.

El Tranvía
Especializada na culinária uruguaia, a casa tem um bar que serve vinho e drinques e um restaurante dividido em cinco salões. Em um deles, uma pequena lareira é acesa nos dias mais frios. Para comer, há carnes grelhadas à moda uruguaia.
R. Conselheiro Brotero, 903, Santa Cecília, tel. 3664-8313. Seg. a qui.: 12h às 15h e 18h às 24h. Sex. e sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 17h.

Era uma Vez um Chalezinho
A casa de clima romântico aquece os clientes no inverno com sequências de fondue, salgados e doces (de R$ 134 a R$ 149,30). Além de degustar vinhos, o público também pode se esquentar nas mesas próximas à lareira. Como o espaço é bastante disputado, vale fazer uma reserva para garantir sua mesa.
R. Itapimirum, 11, Vila Andrade, tel. 3501-9322. Seg. a qui. e dom.: 18h às 24h. Sex. e sáb.: 18h à 1h. Não aceita tíquetes.

La Recoleta Parrilla
Especializado em cortes de carne argentinos, o restaurante tem área interna aconchegante e área externa arborizada. Para os dias frios, oferece aquecedores a gás na varanda, além de bebidas como vinhos e cachaças. Se estiver congelando, sente-se perto dos aquecedores, que não esquentam tanto os cantos do espaço.
R. Caiubi, 155, Perdizes, tel. 2506-8007. Ter. a sex.: 12h às 15h30 e 19h às 23h. Sáb.: 12h às 17h e 19h às 23h. Dom.: 12h às 17h.

Sesc Pompeia
Se o dia está frio, mas você não quer se refugiar em um restaurante, vá ao Sesc aproveitar a lareira de chão instalada na área de convivência. Aproveite e peça um chocolate quente na lanchonete.
R. Clélia, 93, Água Branca, tel. 3871-7700. Ter. a sáb.: 9h às 22h. Dom.: 9h às 20h.

Chocolates quentes

cafesinhoBasilicata
Um clássico do Bexiga, a padaria serve receitas tradicionais italianas, como pães vistosos e cannoli com recheio farto. Ao fundo do salão, sente-se nas mesinhas e peça um chocolate quente (R$ 9,90) encorpado, que pode vir  na versão tradicional ou na sem lactose, feita com leite de amêndoas. Há ainda no cardápio outras receitas para aquecer, como o leite com caramelo (R$ 8,50) e diversas opções de chás, servidos 
também com leite. 
R. 13 de Maio, 596, Bela Vista, tel. 3289-3111. 35 lugares. Seg. a sáb.: 7h30 às 22h. Dom.: 7h30 às 17h. 

Coffee Lab
Na cafeteria da barista Isabela Raposeiras, os grãos, de microlotes especiais, são torrados e moídos ali mesmo e o café é extraído com diferentes métodos. Como o nome já indica, trata-se de um espaço para experimentações. No menu, destacam-se nove rituais, para explorar aspectos lúdicos e saborosos da bebida, a exemplo do que compara um café comum, consumido diariamente por um brasileiro, e outro de alta qualidade. Para espantar o frio, boas pedidas são o tradicional chocolate quente (R$ 14), e o leite da vovó (R$ 14), leite cremoso à base de baunilha.
R. Fradique Coutinho, 1.340, Pinheiros, tel. 3375-7400. Seg. a dom.: 10h às 20h.

Condimento
Nessa casa com decoração graciosa do Tatuapé, os clientes se abrigam do inverno para degustar bolos, tortas e bebidas quentes. O chocolate quente da casa é oferecido em duas versões: a tradicional, com chocolate belga (R$ 12), e a que leva o nome da confeitaria e é incrementada com canela (R$ 12). 
R. Itapura, 1.400, Vila Gomes Cardim, região leste, tel. 3554-1525. 38 lugares. Seg.: 12h às 19h. Ter. a qui.: 12h às 22h. Sex.: 12h às 22h30. Sáb.: 9h às 22h30.

Il Barista
Conhecido pelo expresso feito com grãos de marca própria, o espaço também serve duas receitas de chocolate quente para os clientes que quiserem se esquentar em uma de suas seis lojas: o tradicional, com chocolate amargo (R$ 11) e o ciocollato (R$ 18), feito com conhaque.
Av. Roque Petroni Jr., 1.089, piso lazer, Jardim das Acácias, tel. 5181-4784. Seg. a sáb.: 10h às 22h. Dom.: 12h às 21h.

Octavio Café
A casa oferece três opções de chocolate quente: o tradicional, com chocolate belga (R$ 17), o Chocomenta, que leva leite e essência de menta (R$ 20), e o Menta Café, feito com café expresso e chocolate (R$ 22). Para acompanhar as bebidas, a casa sugere o brownie de doce de leite (R$ 12), o pastel de Belém (R$ 12) e o bolo de chocolate (R$ 15), respectivamente.
Av. Brig. Faria Lima, 2.996, Jardim Paulistano, tel. 3074-0110. Seg. a sex.: 7h às 21h.

Oui com Uai
Nos fundos de uma loja de roupas, a casa pode ser acessada por uma portinha lateral. Passando por um corredorzinho, o cliente dá de cara com o charmoso café, com varandinha arborizada, sofá,  aquecedor —ligado nos dias mais frios— e uma parte coberta com mesas e cadeiras. O nome da casa sugere a união entre a França e Minas Gerais. A junção inusitada se reflete na decoração, cheia de detalhes floridos e louças charmosas, e nos quitutes mineiros, como broa de fubá e pão de queijo. Para acompanhar as guloseimas, peça o chocolate quente, feito com gotas de chocolate e leite (R$ 9). Se a fome for maior, peça uma das sopas do cardápio, como a de abóbora cremosa, acompanhada de pão, e o caldo verde (R$ 20).
R. Harmonia, 485, Vila Madalena, tel. 2338-6114. 20 lugares. Ter. a sex.: 10h às 18h30. Sáb.: 10h às 18h.
 
Lilóri Pães e Doces
Especializada em produtos sem lactose e sem glúten, a casa é uma boa opção para quem tem restrições alimentares ou simplesmente optou pela dieta. O espaço tem duas unidades: uma no shopping Higienópolis e outra na rua Peixoto Gomide. Para os dias mais frios, a sugestão é pedir o chocolate quente, feito com leite de amêndoas (R$ 12). Há também uma opção diet (R$16). Chás, cappuccino, expresso e macchiato também compõem o cardápio de bebidas quentes.
Shopping Pátio Higienópolis - Av. Higienópolis, 618, Higienópolis, região central, tel. 3823-2473. Seg. a sex.: 10h às 22h. Sáb.: 10h às 23h. Dom.: 12h às 22h.

Drinques

Benzina
Dos mesmos donos da hamburgueria Bullguer, o bar, comandado por Gabriel Santana, oferece como atração para os dias mais frios o drinque Espresso Martini, que leva vodca, licor de café e uma dose de café expresso (R$ 20).
R. Girassol, 396, Vila Madalena, tel. 3031-2008. 170 lugares. Ter. e qua.: 18h às 24h. Qui.: 18h às 2h. Sex. e sáb.: 18h às 3h. Dom.: 16h às 22h. Não aceita tíquetes.
Fortunato Bar
A casa preparou um menu de pratos e drinques quentes para a estação. Entre as bebidas, um dos destaques é o Cold Amarula, feito com hibisco, café, chantili, amarula e chocolate polvilhado (R$ 28). Já o Tre leva conhaque, gengibre, proteína de clara de ovo, vinho tinto e limão (R$ 28). Outra pedida quentinha é o Conhaque Capim, que mistura xarope cítrico, fernet branco, capim-santo e é defumado com canela e conhaque (R$ 29).
R. Joaquim Távora, 1.356, Vila Mariana, região sul, tel. 2371-9041. 130 lugares. Seg. a qui.: 17h às 23h30. Sex.: 16h às 23h30. Sáb.: 12h às 23h30. Dom.: 12h às 23h. 

Guarita
No comando das coqueteleiras do bar está o talentoso Jean Ponce, ex-barman do D.O.M. Para o inverno, a casa sugere o Gaelito, que leva bourbon, Campari, vermute tinto e dry, Brasilberg, bitter de cardamomo 
e óleo de pequi (R$ 30).
R. Simão Álvares, 952, Pinheiros, região oeste, tel. 3360-3651. 130 lugares. Ter. a sex.: 18h às 2h. Sáb.: 13h às 2h. Dom.: 13h às 24h. Não aceita tíquetes.

Olivio Bar
Num imóvel com pé-direito alto e decoração sóbria, a casa tem clima de boteco chique. Para o inverno, preparou diversas opções de drinques quentes. Entre eles, há o chamado Um Passeio na Tailândia, feito com rum, tangerina, licor limoncello, cranberry, pimenta, laranja kinkan, gengibre e espuma de três limões (R$ 36). Também chama a atenção o Coronel Mostarda, que leva uísque, vermute, licor e cereja amarena (R$ 49). Outro destaque é O Primeiro Café, com os licores 43 (elaborado com suco de limão e aromatizado com especiarias) e de café, creme irlandês, leite e canela chinesa (R$ 31).
R. Delfina, 196, Vila Madalena, região oeste, tel. 2372-6477. 120 lugares. Ter.: 12h às 15h e 17h às 24h. Qua. e qui.: 12h às 15h e 17h à 1h. Sex. e sáb.: 12h às 2h. Dom.: 12h às 18h. Não aceita tíquetes.

Um drinque para o inverno
Néli Pereira, mixologista e proprietária do Espaço Zebra, indica bebidas para a estação:

 Hot Toddy: feito com uísque bourbon ou rum envelhecido, servido com água quente, mel, gengibre e canela, ou outra especiaria a gosto. Também pode ser feito com chá preto, que substitui a água quente.

 Chá alcoólico: combinação de um tipo de chá com um destilado, como camomila com gim.

Caldos e sopas

Arabesco
O restaurante, que serve receitas libanesas criadas pela avó do proprietário, aquece os clientes ao longo do inverno com o festival de sopas e caldos. Por R$ 23,50 por pessoa, é possível provar receitas que vão desde as tradicionais sopa de legumes e caldo de feijão até versões de pratos servidos pela casa, como o kibe labanie, miniquibes fritos mergulhados em coalhada quente.
R. Dr. Homem de Melo, 494, Perdizes{oeste}, tel. 3872-8164. Seg. a dom.: 10h às 23h45. 

Baião Cozinha Nordestina
O restaurante nordestino promove festival de sopas durante o inverno. Dá para comer à vontade cinco tipos de sopas no rodízio, que sai por R$ 42 por pessoa. As opções de caldos são: mocofava (mocotó com fava), mandioca com costelinha, mandioquinha com carne seca, canja de galinha caipira e creme de milho-verde.
R. Traipu, 91, Pacaembu, região central {central}, tel. 4306-2078. 240 lugares. Seg. a qui.: 11h30 às 24h. Sex. e sáb.: 11h30 às 3h. Dom.: 11h30 às 18h. Estac. R$ 15 (grátis no almoço de seg. a sex.). Couv. art. (sex. a dom.): R$ 5 a R$ 15.

Festival de Sopas Ceagesp
O tradicional festival oferece seis tipos de sopa por semana, como o creme de couve-flor com queijo roquefort, a de galinha caipira com legumes e a clássica de cebola gratinada, a um preço fixo de R$ 39,90. Outro atrativo é uma mesa de queijos, antepastos e vinhos de várias nacionalidades, cobrados à parte, assim como bebidas e sobremesas.
Av. Dr. Gastão Vidigal, 1.946, portão 4, Vila Leopoldina, tel. 3643-3700. Qua., qui. e dom.: 18h às 24h. Sex. e sáb.: 18h à 1h. Não aceita tíquetes. Ingr.: R$ 39,90.

Mercearia do Conde
A colorida casa de esquina abriga um restaurante decorado com objetos garimpados pelo mundo. O cardápio também passeia pela culinária de vários países. Para o inverno, há sopas como a de cappelletti de frango, que lembra a Itália, a de abóbora ao curry com coalhada, que remete à culinária árabe, e a tailandesa Tom Kha Gai, com frango, shiitake, brócolis, leite de coco e pimenta (R$ 45). Todas vêm acompanhadas de crocante de pizza.
R. Joaquim Antunes, 217, Pinheiros, tel. 3081-7204. 110 lugares. Seg. a qui.: 12h às 16h e 19h às 23h30. Sex.: 12h à 0h30. Sáb.: 12h30 à 0h30. Dom.: 12h30 às 23h. 

Boulangerie Santo Pão
Logo na entrada da pequena padaria, nos Jardins, há uma cesta cheia de mantinhas de microfibra para os clientes se aquecerem neste inverno. No cardápio, para esquentar, há três tipos de sopas: o creme de abóbora, com inhame, cúrcuma e gengibre, servido com torrada gratinada no queijo gruyère (R$ 26), a vichyssoise de coco, que leva creme de batata com alho-poró e leite de coco (R$ 26), e o caldinho de feijão, acompanhado por couve e bacon (R$ 21). Para beber, a casa oferece chás de camomila, hortelã e melissa com erva cidreira (R$ 8 cada um).
R. Pe. João Manuel, 968, Cerqueira César, região oeste, tel. 2309-5594. 48 lugares. Seg. a sáb.: 8h às 22h. Dom.: 8h às 21h.

Parque em São Roque (a 66 km da capital)

Comemora a chegada do inverno com a abertura de uma nova pista de esqui e snowboard no dia 7 de julho. No segundo e no terceiro fins de semana de julho, o espaço também recebe um festival de cultura japonesa, que terá pratos típicos, apresentações de dança e shows de mágica.
Ski Mountain Park - Estr. da Serrinha, 1.500, Vila Santo Antônio, São Roque, tel. (11) 4712-3299. Ter. a dom.: 10h às 18h. Até 29/7. Livre. Ingr. (veículo próprio): R$ 10 a R$ 350. Atrações: R$ 8 a R$ 40.

Festival de Arte Serrinha
Em uma antiga fazenda de café em Bragança Paulista (a 85 km da capital), o festival reúne shows, oficinas e debates. Haverá show de Luedji Luna e workshops de fotografia com Cássio Vasconcellos.
R. José Vaccari, 1,4 km, Serrinha, Bragança Paulista. Seg. a dom.: 9h às 17h. Abertura 9/7. Até 29/7.

Festival de Inverno de Atibaia
O festival de inverno interiorano reúne 43 atrações gratuitas, entre shows, espetáculos de dança e teatro. Entre as atrações estão artistas como Ana Vilela e SUR.
Atibaia - Pça. Guilherme Gonçalves, Centro. Seg. a dom.: 10h às 20h. Até 29/7. Livre. Abertura 1º/7. GRÁTIS

33ª Bienal de São Paulo tem data de abertura confirmada

bienal ibiraMarque na agenda o dia 7 de setembro de 2018. Sabe porque? É nesta data que São Paulo recebe a 33ª edição da Bienal. Com entrada Livre, o evento invade o Pavilhão Ciccillo Matarazzo, no Parque Ibirapuera, com trabalhos de artistas e coletivos nacionais e internacionais selecionados pelo curador Gabriel Pérez-Barreiro.

Ainda sem um tema definido, o principal evento do calendário artístico do ano que vem ficará em cartaz no Pavilhão da Bienal até o dia 9 de dezembro de 2018.

Museu Afro recebe obras de Aleijadinho e do período Barroco

exp.aleijadinhoSe a grana ou o tempo andaram curtos para uma viagem pelas igrejas históricas de Minas Gerais, do Rio de Janeiro ou da Bahia, agora é a sua hora!

De 4 de agosto a 3 de dezembro, o Museu Afro Brasil recebe uma super exposição com cerca de 400 obras do período Barroco, apresentando consagrados nomes, como Mestre Valentim e Aleijadinho. A mostra fica aberta para visitação de terça a domingo, das 10h às 17h, com ingressos a R$ 6 e R$ 3 (meia). Aos sábados, a entrada é Livre.

Exposição brinca com o passado e exibe colagens com fotos antigas

expoDe 25 de agosto a 15 de dezembro, Renato Larini abre seu atêlie ao público e exibe uma série de obras feitas a partir de fotografias antigas, com intervenções de recortes, bordados e colagens. A exposição individual ocupa o Espaço Zebra, com visitações de terça a quinta, das 14h às 18h, e às sextas e aos sábados, das 19h às 23h, com entrada Catraca Livre.

“Tradição, Família e Apropriação” conta com mais de 50 trabalhos, que tiveram como principal matéria-prima fotos de álbuns das décadas entre 1920 e 1960, coletadas no bairro do Bixiga. Nelas, o artista realiza intervenções e coloca a fotografia contemporânea como instrumento de ressignificação.

25ª Bienal Internacional do Livro de São

bienalAQUI25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo acontecerá de 03 a 12 de Agosto de 2018 no Pavilhão de Exposições do Anhembi. O evento é palco para o encontro das principais editoras e distribuidoras do país, apresentando seus mais importantes lançamentos em um espaço total de 85 mil m². Além da grande oferta de livros, a Bienal do Livro ainda conta com uma programação cultural abrangente e muita diversão!

Clique AQUI para conferir a programação completa e realizar o seu credenciamento

Conheça seis sites para baixar livros legais e gratuitamente

LivrosLer, é sempre bom e faz bem...

Para quem gosta de ler, a internet pode apresentar algumas soluções boas e gratuitas. Existem alguns sites que disponibilizam títulos para download gratuito, e o melhor de tudo, legal.

Baixar e-books legalizados é uma maneira prática e econômica de ter sempre um livro ao seu lado seja via computador, tablet ou reader.

Confira seis desses sites e boa leitura!

Open Library

Com o objetivo de catalogar todos os livros do mundo, esse site tem mais de um milhão de obras para download grátis, em vários idiomas. Entre os livros em português é possível encontrar autores como Monteiro Lobato, José de Alencar e Machado de Assis.

Portal Domínio Público

Reúne obras em diversas línguas e mais de 2 mil livros em português, todos em domínio público.

Projeto Gutemberg

Mais de 100 mil livros em várias línguas diferentes que podem ser baixados em formatos diversos.

eBooks Brasil

Apesar do design ultrapassado, possui um acervo diversificado. Primeiro é preciso escolher o formato desejado para depois navegar pelos links das obras.

Obras raras da USP

O acervo ainda é reduzido (30 livros), mas tratam-se de edições especiais, que reúnem imagens raras.

Wikisource

É a "biblioteca" da Wikipedia e reúne livros de domínio público ou com licença "Creative Commons". Seu segmento lusófono tem mais de 27 mil títulos disponíveis, organizados por correntes literárias, país e data.

Via Galileu

 

Descubra um fantástico jardim suspenso no centro de São Paulo

aqui. 12Edifício Matarazzo, atual sede da Prefeitura de São PauloJardim na cobertura da Prefeitura de São Paulo conta com mais de 400 espécies vegetais e 3 mirantes

Quem caminha pelas ruas estreitas do centro velho de São Paulo, nem imagina que bem no coração da cidade, na sede do poder executivo municipal, um belo jardim se esconde. Da Praça Patriarca, quem ousa olhar para o alto e não para as ruas movimentadas, vislumbra um pouco do verde, o suficiente para instigar a curiosidade.

Bem ali, no Edifício Matarazzo, atual sede da Prefeitura de São Paulo, um jardim suspenso, pensado pelo próprio Matarazzo, quebra a paisagem de concreto. A visita ao jardim só é possível através da visita monitorada realizada pela SPTuris. Mas, não se preocupe, pois a visita vem bem a calhar para conhecer mais sobre a história do lugar.

Passado o momento inicial da visita, enfim chegamos à cobertura do prédio e ao tão misterioso jardim! Mais de 400 espécies vegetais, entre árvores frutíferas, pés de café, cana-de-açúcar e até mesmo um exemplar de pau-brasil aguardam os visitantes. Entre tanto verde, que até parece um bosque, ainda há três mirantes com vista para três regiões da cidade, sendo possível observar alguns pontos conhecidos de São Paulo, como o Copan, o Banespão e o Theatro Municipal. Por fim, mas não menos importante, um lago com carpas finaliza o passeio.

aqui. 13Mais de 400 espécies vegetais compõem o jardim

Orientações para visitação:

● Dias de visitação: Segunda a sábado, às 10h30, 14h30 e 16h30.

● A visitação tem duração prevista de uma hora.

● Não é necessário agendamento.

● Chegar com no mínimo 30 minutos de antecedência, na recepção do edifício.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar