AGENDA CULTURAL

Confira alguns roteiros de arte para as férias

“Mestiço” | Cândido Portinari

Pintada em 1934 e disponível para visitação na Pinacoteca, a obra “Mestiço” é a mais conhecida de Cândido Portinari, e mostra um trabalhador de braços fortes em frente a plantações de café e de banana. Os traços corporais do homem denotam a origem miscigenada da população brasileira, enquanto as grandes proporções da cabeça e das mãos indicam a exaltação da classe operária. Paulista nascido na pequena cidade de Brodowski, na região de Ribeirão Preto, Portinari foi um dos grandes representantes do Modernismo e o pintor brasileiro que alcançou maior prestígio internacional, tendo produzido em sua vida mais de cinco mil obras.

Onde? Pinacoteca do Estado de São Paulo | Praça da Luz, 2 – Luz
Quanto? Gratuito aos sábados – nos demais dias, R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia-entrada); menores de 10 anos e maiores de 60 não pagam.

Contato: (11) 3324-1000
Horário de funcionamento: De quarta a segunda-feira, das 10h às 17h30, com permanência até às 18h. Bicicletário e estacionamento gratuito.

portinari 1

“Estrada de Ferro Central do Brasil” |  Tarsila do Amaral

Também modernista, a paulista Tarsila do Amaral sempre esteve muito à frente de seu tempo. Pintada em 1924, a tela “Estrada de Ferro Central do Brasil” tornou-se um ícone do Manifesto e Movimento Pau-Brasil, contrapondo uma paisagem rural ao progresso representado pela estrada de ferro. Com cores fortes, o quadro mostra uma composição geométrica influenciada por Fernand Léger, artista que colocou em prática um cubismo mais flexível que aquele feito por Picasso e foi professor de Tarsila no período em que ela morou na França. Ao lado de “Abaporu”, “Antropofagia”, “Operários” e “A Negra”, está entre as grandes obras da artista e pode ser visitada gratuitamente no Museu de Arte Contemporânea (MAC) da Universidade de São Paulo (USP).

Tarsila 2

“Figuras” | Pablo Picasso

Também pertencente ao acervo permanente do Museu de Arte Contemporânea, a tela “Figuras” foi pintada no ano de 1945 pelo pintor espanhol Pablo Picasso e apresenta dois rostos convergindo. A obra, cujas formas remetem ao símbolo pelo qual o ying-yang é caracterizado, mescla características surrealistas (mais predominantes) e elementos cubistas (como a perspectiva angulada e geometrização).

Onde? Museu de Arte Contemporânea de São Paulo – MAC | Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301 – Vila Mariana
Quanto? Gratuito

Contato: (11) 2648-0254
Horário de funcionamento: Aberto às terças-feiras, das 10h às 21h, de quarta a domingo, das 10h às 18h e fechado às segundas-feiras.

Picasso 3

“Meninas Cahen d’Anvers” | Auguste Renoir

Também conhecida como “Rosa e Azul”, essa pintura a óleo do impressionista Auguste Renoir pode ser apreciada em uma visita ao MASP – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand. Pintado em 1881, o quadro exibe as irmãs Elizabeth e Alice Cahen d’Anvers, integrantes de uma família aristocrata da cidade italiana de Trieste. Renoir foi contratado pelo pai para fazer o retrato das meninas, mas não gostou do resultado e o deixou esquecido por décadas em uma das casas da família. A gravura contém as principais técnicas utilizadas por Renoir, incluindo suas cores preferidas: rosa e azul.

Onde? MASP: Avenida Paulista, 1578 – Bela Vista
Quanto? Gratuito às terças-feiras. Nos demais dias, R$ 30 (com meia entrada para estudantes, professores e maiores de 60 anos). Crianças até 10 anos não pagam.

Contato: (11) 3149-5959

Horário de funcionamento: Aberto às terças-feiras, das 10h às 21h, de quarta a domingo, das 10h às 18h e fechado às segundas-feiras.

Renoir 4

“Anunciação” | El Greco

O tema da “Anunciação” é recorrente na obra do pintor e escultor grego Doménikos Theotokópoulos, conhecido como El Greco. O quadro exposto no MASP, representação de um trecho do Evangelho de São Lucas, traz a Virgem Maria, o anjo Gabriel e uma pomba branca. Representante da renascença espanhola (pois morou a maior parte da vida na Espanha), El Greco é considerado um dos precursores de outros dois movimentos: expressionismo e cubismo.

Onde? MASP: Avenida Paulista, 1578 – Bela Vista
Quanto? Gratuito às terças-feiras. Nos demais dias, R$ 30 (com meia entrada para estudantes, professores e maiores de 60 anos). Crianças até 10 anos não pagam.

Contato: (11) 3149-5959
Horário de funcionamento: Aberto de terça a domingo, das 10h às 18h (bilheteria aberta até as 17h30). Às quintas-feiras, das 10h às 20h (bilheteria aberta até as 19h30). Fechado às segundas-feiras.

greco 5

Millôr: obra gráfica

IMSExposição fica em cartaz até fevereiro de 2019.

Depois de passar quatro meses no IMS Rio, em 2016, Millôr: obras gráficas chega aos IMS Paulista e lá fica até fevereiro. A exposição, com curadoria de Loredano, Julia Kovensky e Paulo Roberto Pires, reúne originais do acervo do IMS que mapeiam os temas mais recorrentes nos 70 anos de trabalho do artista.

Feitos primeiramente para serem publicados na imprensa, os desenhos de Millôr Fernandes reunidos em uma galeria mostram a força e a complexidade de sua obra, extremamente relevante para a arte do nosso país. A mostra está divida em cinco conjuntos, cada um sobre um momento da obra gráfica de Millôr, passando por autorretratos, a crítica implacável da vida brasileira e muito mais. 

Millôr: obra gráfica

Data 18 Set-27 Jan 2019

Horário(s) Terças a domingos e feriados (exceto segundas), das 10h às 20h. Às quintas, exceto feriados, das 10h às 22h

Instituto Moreira Salles - IMS Paulista
End.: Avenida Paulista, 2424, 01310-300 Telefone (11) 2842-9120

Raiz

RAIZExposição é a primeira do artista e ativista chinês Ai Weiwei no Brasil e fica em cartaz até dia 20 de janeiro de 2019.
Entre os dias 20 de outubro e 20 de janeiro de 2019, a exposição Raiz fica em cartaz na Oca, no Parque Ibirapuera. Para quem ainda não sabe a respeito, trata-se de uma mostra do artista e ativista chinês Ai Weiwei, que trabalha com escultura, instalações de mídia, fotografia, filme, arquitetura, curadoria e crítica social.

Ai ficou conhecido por retratar e fazer duras críticas aos problemas chineses e chegou, inclusive, a ser preso por isto. No Brasil, a exposição é voltada à comunidade e é uma das de suas maiores já realizadas. Entre as obras expostas, há trabalhos como o “Forever Bicycles”, uma gigantesca escultura de bicicletas instalada do lado de fora do parque, e “Sunflower Seeds”, composta de 100 milhões de sementes de girassol feitas de porcelana por uma comunidade de mulheres em Jingdezhen, no sul da China.

Os ingressos custam 20 reais e as visitas são abertas de terça a sábado, das 11h às 20h; e domingos e feriados, das 11h às 19h.

Raiz

Preço R$20.00 a R$20.00

Data 20 Out-20 Jan 2019

Horário(s) Terça a sábado, das 11hs às 20hs |Domingos e feriados, das 10hs às 19hs

Oca 

A Biblioteca à Noite

sesc PAULISTAExposição imersiva concebida pelo artista Robert Lepage.

Entre os dias 3 de outubro e 10 de fevereiro de 2019, o Sesc Avenida Paulista recebe a exposição "A Biblioteca à Noite". A mostra concebida pelo artista Robert Lepage e a Companhia Ex Machina é inspirada no livro de mesmo nome do escritor Alberto Manguel, que também participou da concepção. No livro, o autor aborda dimensões filosóficas, lógicas, arquitetônicas e sociais que fundamentam a existência das bibliotecas.

Entre os dias 3 de outubro e 10 de fevereiro de 2019, o Sesc Avenida Paulista recebe a exposição "A Biblioteca à Noite". A mostra concebida pelo artista Robert Lepage e a Companhia Ex Machina é inspirada no livro de mesmo nome do escritor Alberto Manguel, que também participou da concepção. No livro, o autor aborda dimensões filosóficas, lógicas, arquitetônicas e sociais que fundamentam a existência das bibliotecas.

Na exposição, os visitantes passeiam por dez bibliotecas, reais ou imaginárias, em realidade virtual. Para participar da programação integrada da exposição, clique aqui.

AGENDAMENTO ONLINE

Para visitar a exposição é necessário realizar um agendamento prévio, gratuito, pelo site ou presencialmente nos pontos de atendimento do Sesc Avenida Paulista.

A Biblioteca à Noite

Preço Grátis

Data 03 Out-10 Fev 2019

Sesc Avenida Paulista

Avenida Paulista, 119, Oeste 01311-000

Telefone (11) 3179-3700

Lasar segall: ensaio sobre a cor

sesc 24Exposição no Sesc 24 de Maio explora a cor na obra de Lasar Segall.

Em pareceria com o Museu Lassar Segall, o Sesc 24 de Maio realiza, a partir de 25 de outubro, a exposição Lasar Segall: ensaios sobre a cor. A exposição reúne um raro conjunto de trabalhos do artista por contar, também, com peças de coleções particulares e de instituições como Pinacoteca do Estado de São Paulo, MASP, Instituto de Estudos Brasileiros da USP, Fundação Edson Queiroz, Fundação José e Paulina Nemirovsky e outras.

A mostra traça uma retrospectiva com cerca de 90 trabalhos entre pinturas, aquarelas e desenhos, fotos e documentos. A exposição, de curadoria de Maria Alice Milliet, lança uma luza inédita sobre o trabalho desse artista lituano naturalizado no Brasil e chama a atenção para a atualidade de seu trabalho, ainda mais pela localização em que se encontra, no centro da cidade, ponto de encontro de povos refugiados e de diversas origens. 

A exposição fica em cartaz até 5 de março de 2019 e tem entrada gratuita. 

Lasar segall: ensaio sobre a cor

Preço Grátis

Data 26 Out-05 Mar 2019

Horário(s) Terça a sábado, das 9h às 21h; Domingos e feriados, das 9h às 18h

Rua 24 de Maio, 109, Centro
Quadrinhos no MIS

Revistas, artes originais e itens raros fazem parte da mostra inaugurada em novembro

mis

Apaixonados por HQs tem um encontro marcado no MIS a partir do dia 14 de novembro. É que o museu acaba de divulgar as datas (e primeiras imagens!) de sua próxima megaexposição, "Quadrinhos", que ficará em cartaz até 24 de fevereiro de 2019. 

"Quadrinhos" será uma verdadeira retrospectiva da 9ª arte contada por meio de revistas, artes originais e itens raros dos diversos gêneros das HQs, de super-heróis a mangás. Ambientes temáticos e imersivos ocuparão todas as áreas do museu apresentando, também, sua influência na cultura pop. Foram 18 meses de pesquisa em acervo para chegar aos mais de 600 itens que compõem a exposição. Itens raros, como a primeira revista de Luluzinha, estarão expostos.

Ao todo, a exposição está dividida em 16 ambientes temáticos e lúdicos que pretendem promover uma experiência imersiva par ao visitante. Entre elas estão espaços dedicados totalmente à Marvel, Disney, DC, mangás e muito mais. Além disso, o MIS contará com uma extensa programação paralela com atividades para adultos e crianças, incluindo curso, oficina, cinema e bate-papo com artistas. Confira mais informações no site

O valor dos ingressos é de R$14,00 (inteira) nas bilheterias físicas. Ainda, para o primeiro mês de exposição, até o dia 15 de dezembro, é possível comprar ingressos antecipados através do site Ingresso Rápido por R$30,00. O ingresso antecipado dá acesso direto à exposição em horário marcado, para quem prefere evitar filas. 

Quadrinhos no MIS

Preço R$7.00 a R$30.00

Data 14 Nov-31 Mar 2019

Preço(s) R$7,00 (meia - bilheteria); R$30,00 (inteira - antecipado online)

Horário(s) terça a sábados, 10h às 21h; domingos e feriados, 10h às 20h

Avenida Europa, 158, 01449-000

Telefone (11) 3093-7800

 

Nova exposição na Japan House celebra a pulsante Tóquio

Produtora THE FORCE traz o duo Nonotak Studio para o Brasil com suas instalações de arte imersiva e esculturas de LED

EVENT 2Quem adora o a pulsante Tóquio, no Japão, não pode perder a nova exposição da Japan House São Paulo. Até o dia 6 de janeiro de 2019, quem for ao centro cultural encontra as instalações imersivas e as obras cinéticas e luminosas da mostra “Dimensão”. E a entrada é gratuita!

A produtora THE FORCE, que une arte e tecnologia, trouxe para o Brasil os trabalhos do Nonotak Studio, coletivo formado pelo músico japonês Takami Nakamoto e a ilustradora Noemi Schipfer. A ideia é  subverter as noções de tecnologia e arquitetura utilizando um viés poético e contemporâneo. 

 

IMS recebe mostra inédita com desenhos de Millôr Fernandes

Quinhentos desenhos foram escolhidos para celebrar os 70 anos de trajetória do artista

EVENT 3A nova exposição do IMS Paulista explora a obra de um dos artistas brasileiros mais emblemáticos: Millôr Fernandes. Ele foi humorista, dramaturgo, jornalista e tradutor, com uma produção recheada de crítica social. Além disso, os seus desenhos marcaram diversas gerações. É a primeira retrospectiva dedicada a ele.

Assim, entre os dias 19 de setembro e 27 de janeiro, a instituição recebe a exposição “Millôr: obra gráfica”, composta por 500 desenhos originais do humorista. Os curadores Cássio Loredano, Julia Kovensky e Paulo Roberto Pires mapearam os principais temas presentes nos 70 anos de trajetória do artista, como vida, morte, escrita, sexo e a paixão ambígua pelo Brasil e suas misérias. 

 

Conheça seis sites para baixar livros legais e gratuitamente

LivrosLer, é sempre bom e faz bem...

Para quem gosta de ler, a internet pode apresentar algumas soluções boas e gratuitas. Existem alguns sites que disponibilizam títulos para download gratuito, e o melhor de tudo, legal.

Baixar e-books legalizados é uma maneira prática e econômica de ter sempre um livro ao seu lado seja via computador, tablet ou reader.

Confira seis desses sites e boa leitura!

Open Library

Com o objetivo de catalogar todos os livros do mundo, esse site tem mais de um milhão de obras para download grátis, em vários idiomas. Entre os livros em português é possível encontrar autores como Monteiro Lobato, José de Alencar e Machado de Assis.

Portal Domínio Público

Reúne obras em diversas línguas e mais de 2 mil livros em português, todos em domínio público.

Projeto Gutemberg

Mais de 100 mil livros em várias línguas diferentes que podem ser baixados em formatos diversos.

eBooks Brasil

Apesar do design ultrapassado, possui um acervo diversificado. Primeiro é preciso escolher o formato desejado para depois navegar pelos links das obras.

Obras raras da USP

O acervo ainda é reduzido (30 livros), mas tratam-se de edições especiais, que reúnem imagens raras.

Wikisource

É a "biblioteca" da Wikipedia e reúne livros de domínio público ou com licença "Creative Commons". Seu segmento lusófono tem mais de 27 mil títulos disponíveis, organizados por correntes literárias, país e data.

Via Galileu

 

 Descubra um fantástico jardim suspenso no centro de São Paulo

aqui. 12Edifício Matarazzo, atual sede da Prefeitura de São PauloJardim na cobertura da Prefeitura de São Paulo conta com mais de 400 espécies vegetais e 3 mirantes

Quem caminha pelas ruas estreitas do centro velho de São Paulo, nem imagina que bem no coração da cidade, na sede do poder executivo municipal, um belo jardim se esconde. Da Praça Patriarca, quem ousa olhar para o alto e não para as ruas movimentadas, vislumbra um pouco do verde, o suficiente para instigar a curiosidade.

Bem ali, no Edifício Matarazzo, atual sede da Prefeitura de São Paulo, um jardim suspenso, pensado pelo próprio Matarazzo, quebra a paisagem de concreto. A visita ao jardim só é possível através da visita monitorada realizada pela SPTuris. Mas, não se preocupe, pois a visita vem bem a calhar para conhecer mais sobre a história do lugar.

Passado o momento inicial da visita, enfim chegamos à cobertura do prédio e ao tão misterioso jardim! Mais de 400 espécies vegetais, entre árvores frutíferas, pés de café, cana-de-açúcar e até mesmo um exemplar de pau-brasil aguardam os visitantes. Entre tanto verde, que até parece um bosque, ainda há três mirantes com vista para três regiões da cidade, sendo possível observar alguns pontos conhecidos de São Paulo, como o Copan, o Banespão e o Theatro Municipal. Por fim, mas não menos importante, um lago com carpas finaliza o passeio.

aqui. 13Mais de 400 espécies vegetais compõem o jardim

Orientações para visitação:

● Dias de visitação: Segunda a sábado, às 10h30, 14h30 e 16h30.

● A visitação tem duração prevista de uma hora.

● Não é necessário agendamento.

● Chegar com no mínimo 30 minutos de antecedência, na recepção do edifício.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar