Sindicato leva debate sobre a reforma da Previdência à comunidade escolar

Aconteceu no SINESP
TIPOGRAFIA

Ir às unidades escolares informar, dialogar e debater com os trabalhadores e com a comunidade é uma das formas mais importantes de mobilizar para impedir a aprovação da reforma da Previdência.

CEIVilaRamos 25 5 19 SiteEncontro com a comunidade no CEI Vila RamosO contato direto com os profissionais de educação e com os pais possibilita compreensão mais aprofundada e esclarecimento das dúvidas sobre a reforma, que são alimentadas pela propaganda governamental e pela campanha de desinformação vista na mídia empresarial.

Foi esse trabalho de mobilização que o SINESP levou ao CEI Vila Ramos, em encontro com toda a comunidade escolar, e à EMEI Glauber Rocha, em conversa com os profissionais da escola. As duas UEs estão na DRE Itaquera e as reuniões ocorreram no sábado, 25 de maio.

O Dirigente Christian Sznick representou o SINESP, explicou os pontos centrais da proposta do governo e como ela prejudica os trabalhadores, desvendou mitos como o déficit financeiro e convocou todos a participarem da resistência. O tema e a exposição sensibilizaram a maioria das pessoas, e grande parte levou o abaixo assinado das Centrais para colher assinaturas em seus bairros, entre amigos e familiares,reforçando a ação.

EMEIGlauberRocha 25 5 19 SiteReunião com a equipe da EMEI Glauber RochaA discussão com parlamentares em São Paulo e Brasília, a caravana a Brasília no dia 29 de maio e a participação nos atos e greves convocados unitariamente pelas Centrais são formas de engajamento do SINESP na luta para barrar o PEC 06/19. A elas soma-se a ação direta, tão importante quanto as demais por informar e mobilizar a população.

Todos na Greve Geral de 14 de junho

Após a grande Greve da Educação do dia 15 de Maio contra a reforma da Previdência, as Centrais Sindicais decidiram apoiar e reforçar as manifestações convocadas para o dia 30 em todo o país pelas organizações de estudantes, em defesa da Educação e contra os cortes de verbas determinados pelo governo federal.

As Centrais estão confiantes na continuidade e no fortalecimento das mobilizações, que terão ponto alto no dia 14 de junho com a greve geral que convocaram junto com os movimentos sociais.

O SINESP apoia a mobilização do dia 30/05 e convoca a categoria a se organizar para participar da Greve Geral de 14 de junho ao lado dos demais trabalhadores da educação e de outros setores profissionais.

A Greve Geral é uma ferramenta legítima de defesa dos trabalhadores e, se participativa e vitoriosa, pode impedir os profundos ataques aos direitos adquiridos em anos de lutas que representa a proposta de reforma da Previdência do governo federal.

DESVENDANDO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Acompanhe a série de artigos, análises e documentos preparados pelo SINESP que visam a deixar claro os engodos e mentiras disseminados pelos governos, com apoio da mídia empresarial, para convencer a população a aceitar a re(de)forma da Previdência.

É importante também participar do Pressione Já, que traz dados para contato com os Deputados Federais, apoiar o abaixo assinado das Centrais, preencher a enquete no Site da Câmara e acompanhar a tramitação da PEC.

Veja TUDO AQUI.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar