GT “Observatório do Currículo” propõe produção coletiva de carta-aberta com críticas e propostas aos encaminhamentos da SME

Destaque
TIPOGRAFIA

Os Gestores Educacionais que participam do Grupo de Trabalho “Observatório do Currículo” chamado pelo SINESP decidiram, na segunda reunião do GT, pela produção coletiva de um documento (carta aberta) com críticas e sugestões sobre os atuais movimentos curriculares promovidos pela Secretaria Municipal de Educação.

O documento abordará a implementação do Currículo da Cidade (Ensino Fundamental), a consulta sobre o currículo de Educação Infantil, a construção do documento sobre a EJA e as discussões sobre a BNCC do Ensino Médio.

A proposta é constituir o documento em três partes.

A primeira, com os princípios gerais que fundamentam a análise e a crítica feita pelo grupo, já foi produzida e está publicada abaixo. Num segundo momento, serão arroladas as críticas tanto positivas quanto negativas identificadas pelos Gestores neste processo. Por fim, serão apresentadas sugestões.

Envolvimento de todos os Gestores da RME

Os Gestores que se dedicam ao GT ressaltam a importância de uma participação ampla da Rede para a consolidação da carta aberta. Quanto mais discussões forem feitas nos locais de trabalho, e o acúmulo crítico e analítico delas e seus múltiplos elementos forem incorporados ao esforço do GT, mais rica e abrangente serão a conclusão e as propostas.

Assim, além de convidar todos a se incorporarem ao GT, os participantes solicitam contribuições para o debate, com encaminhamento dos aspectos negativos e positivos observados nos encaminhamentos da SME e sugestões sobre a implantação do novo currículo.

O Grupo se reunirá para debater a carta-aberta no dia 12 de setembro, às 17h30 no CFCL-SINESP.

As contribuições podem ser enviadas até meio-dia de 12 de setembro pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Para apoiar essa produção, abaixo estão os princípios gerais sobre o tema formulados pelo GT nas reuniões até aqui realizadas:

  1. Considerar o currículo a partir da integração entre todas as etapas do Ensino Básico atendidas pela SME, pois o processo de elaboração e implementação de propostas curriculares deve ser feito de modo integrado e não compartimentado;
  2. Considerar as políticas curriculares como uma questão de Estado e não de governo;
  3. Promover consulta ampla e efetiva a todos os educadores envolvidos no processo educativo, garantindo prazos que permitam o real envolvimento de todos;
  4. Garantir melhorias nas condições de trabalho (jornada, remuneração e número de educandos por classe) e do local de trabalho (ambiente físico / escola), historicamente denunciadas pelo Retrato da Rede (pesquisa anual realizada em reuniões regionalizadas com os Gestores Educacionais da Rede Municipal de Ensino, desde 2007, e que aponta os principais problemas do ambiente de trabalho e seus reflexos sobre os educadores), pois a efetivação de qualquer proposta curricular está diretamente relacionada às condições materiais e concretas de desenvolvimento do trabalho educativo;
  5. Articular o Projeto Pedagógico da Unidade Educacional com as propostas curriculares, considerando a realidade vivida e o território educativo de cada comunidade educacional.

Debater e protagonizar a implantação do novo currículo é desafio necessário proposto pelo SINESP aos Gestores

GT Reuniao 1 Site 1A dimensão do debate e a importância do tema levou o SINESP a formar o Grupo de Trabalho para analisar e sistematizar o material recebido dos filiados, analisar a implantação nas escolas e propor caminhos a serem seguidos.

O GT se reuniu nos dias 08 e 16 de agosto no CFCL-SINESP. Participaram, junto com os dirigentes do Sindicato, os Gestores Educacionais que se inscreveram para o GT, oriundos das três etapas da educação municipal: Infantil, Fundamental e Médio.

O primeiro grande consenso do Grupo foi trabalhar em conjunto.

Todos concordaram que a discussão não pode começar segmentada, estanque como fez o poder público municipal. É preciso integrar as três etapas. Considerar nos debates, análise e formulações as particularidades e diferenças a partir do que há de comum, e só depois entrar nas questões específicas de cada segmento.

Ou seja, o modo separado encaminhado pelo poder público municipal é o primeiro grande desafio a ser enfrentado, em nome da necessária integração do ensino municipal.

Outra constatação unânime foi a necessidade de considerar a história da RME, o acúmulo de uma Rede que tem uma trajetória rica na construção e aplicação de currículos, em todos os seus segmentos. Essa trajetória não pode ser desprezada na formulação de um novo currículo. Sobretudo quando se trata da maior Rede Municipal de Educação do país. É preciso reconhecê-la e valorizar a experiência e o acúmulo específico.

Veja AQUI vídeo com o Grupo de Trabalho.

Grupo de trabalho analítico e propositivo

A partir daí o Grupo passou a discutir a implantação do currículo que está em andamento nas escolas. Analítico e propositivo, o debate partir para a elaboração, a partir da reflexão e da análise, de propostas que ajudem a diminuir a distância e relacionar o currículo realizado com o vivido e o sonhado. Sobretudo porque há muitos males que podem impactar na prática cotidiana, como mostra o Retrato da Rede do SNESP em seus 11 anos de pesquisas e constatações.

Contribua com o Observatório do Currículo

O SINESP criou o “Observatório do Currículo” em seu site para colher depoimentos, sugestões e comentários dos Gestores Educacionais sobre a implantação e desenvolvimento da implantação do novo currículo na RME.

As contribuições são importantíssimas para embasar os participantes do Grupo de Trabalho. Elas trazem opiniões e retratam o que de fato está ocorrendo na rede.

Por isso o SINESP reforça o chamado aos Gestores Educacionais contribuírem com esse acompanhamento coletivo do desenvolvimento do novo currículo nas escolas da RME.

Para dar sua contribuição CLIQUE AQUI. E veja também os vídeos e materiais publicados pelo SINESP para apoiar o estudo e as análises de todos.

 

Próxima Reunião do Grupo de Trabalho “Observatório do Currículo”

12 de setembro, 17h00, no CFCL-SINESP - Praça Dom José Gaspar, 30, 3º andar - República

Convênio com Estacionamento: Rua da Consolação, 293 – Viva Park

Valor: R$ 10,00 (Ticket deve ser carimbado no SINESP para garantir o valor do convênio).

GT Reuniao 1 Site 2

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar