Editorial: o SINESP manifesta-se pela investigação de todas as denúncias que envolvam a vida pública, política ou pessoal dos mandatários do país

Aconteceu no SINESP
TIPOGRAFIA

O Brasil vive um momento grave em sua história. Pela primeira vez um Presidente da República em exercício sofre denúncia por corrupção passiva, vinda do Ministério Público Federal.

Luiz siteLuiz Carlos Ghilardi - Presidente do SINESPA Câmara Federal, no dia 02 de agosto, ao decidir sobre o acolhimento da mesma e o envio da matéria para julgamento no Supremo Tribunal Federal, rejeitou a possibilidade de investigação. Foram vários os motivos alegados pelos Deputados, muitos dos quais também envolvidos em suspeitas de corrupção e alvos de processos.

Como Entidade Sindical atuante e presente na vida nacional, o SINESP deixa claro que seu posicionamento foi, é e sempre será pela ética, pela transparência, pelas relações republicanas entre corporações públicas e empresariais e o poder público. São valores presentes em uma carta de princípios construída em vinte Congressos da categoria dos Gestores Educacionais do Município de São Paulo, ao longo de vinte e cinco anos de trajetória desse Sindicato.

Dessa forma, com isenção, sem prejulgamento e acreditando na força das instituições do nosso país, o SINESP manifesta-se pela investigação de todas as denúncias que envolvam  a vida pública, política ou pessoal de cidadãos brasileiros, sobretudo dos investidos de mandatos nos legislativos e executives em todas as instâncias da federação, nos limites da Lei e da Constituição Federal e garantidos os direitos à plena defesa.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar