ALERTA PARA GOLPE COM PRECATÓRIOS - 2018

Destaque
TIPOGRAFIA

precatorios2018 mal começou e a quadrilha de fraude dos precatórios já busca por novas vítimas.

Fique atento: só a Diretoria do SINESP faz contato com os filiados para tratar de entrega de documentos e recebimento de precatórios! E não existe cartório de precatórios!    

Orientamos que todos os filiados ao receberem esse tipo de ligação liguem IMEDIATAMENTE para o SINESP no telefone: 3116-8400, E EVITEM PASSAR QUALQUER INFORMAÇÃO QUE POSSA SERVIR PARA APRIMORAR O GOLPE DESSES CRIMINOSOS.

No novo golpe, as pessoas se identificam como funcionários do SINESP e fornecem nomes aleatórios. Uma de nossas filiadas foi contatada por uma mulher que se apresentou como "CAROLINA". Na ligação, a criminosa informa sobre a liberação de pagamento do suposto precatório, passa um número de celular (011 - 97495-2907) como sendo do Advogado do SINESP e pede para que a vítima ligue para obter maiores informações referente ao recebimento da quantia. Ao ligar, a vítima é atendida por um homem que se identifica como Dr. AUGUSTO FONSECA ou Dr. HORÁCIO, que informa que o pagamento do suposto precatório só será repassado após a realização de um depósito no valor de R$ 3.995,00, referente a certidões negativas. O fraudador ainda orienta que o depósito deve ser feito no mesmo dia e o comprovante encaminhado. Os dados bancários dos criminosos informado no ato da ligação são respectivamente: Caixa Econômica 104 - Ag. 1958 - C.c. 39865-2. O CPF é em nome de Gilmara da Silva Rodrigues: 068.268.683-26, intitulada como "Dra. Tabeliã"

Cuidado, pois se trata de mais um golpe.

Em 2017 foram diversas tentativas de golpe nas quais além de utilizarem o nome do escritório, secretária e dos advogados do SINESP, os criminosos já se passaram pela Benê, vice-presidente do Sindicato. O numero de celular (11) 97301-2178, também já foi citado pelos bandidos.

Todos que têm precatórios a receber devem ter claro que qualquer contato a respeito, é realizado através de um protocolo de segurança que o SINESP aderiu desde o início dos pagamentos, referêntes a ações judiciais.

Atenção às seguintes observações:

- Não existe pagamento de taxas, custas ou qualquer despesa para a liberação de pagamento de precatório;

- Os advogados Horácio, Paulo e Rafael Fonseca (ou qualquer outro advogado ou funcionário do Departamento Jurídico) não contatam diretamente o filiado para tratar de pagamentos dos processos, o SINESP segue um protocolo de segurança para informar aos filiados;

- Todos os pagamentos dos processos (precatórios) são feitos apenas na sede do SINESP, ou seja, não são realizados no fórum, tribunal, cartório etc – aliás, não existe cartório de precatório;

- o Departamento Jurídico do SINESP em hipótese alguma cobra pagamentos diretamente dos filiados. Assim, se o filiado receber telefonemas, mensagens de texto ou e-mail, entre outros, solicitando qualquer tipo de pagamento, contate imediatamente o SINESP para esclarecer e tratar dessa situação.

A Diretoria

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar